Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

O futuro do futebol mundial

O futuro do futebol mundial

O Grupo de Estudos Técnicos da FIFA anunciou esta sexta-feira os nomes dos três finalistas do Prêmio Melhor Jogador Jovem Hyundai, que será entregue à maior revelação desta Copa do Mundo da FIFA, são eles: Thomas Müller, Giovani dos Santos e  Andre Ayew.

A premiação tem por objetivo dar sequência à tradição de reconhecer oficialmente o impacto positivo dos jovens futebolistas e se destina aos atletas com idade inferior a 21 anos no dia 11 de julho de 2010.

O vencedor será escolhido pelo Grupo de Estudos Técnicos e anunciado depois da final da Copa do Mundo da FIFA 2010. Ele receberá o valioso troféu do Prêmio Melhor Jogador Jovem Hyundai e um Hyundai New Tucson ix 35 zero quilômetro.

Assim como em todas as outras edições da Copa do Mundo da FIFA, a África do Sul 2010 foi marcada pelo surgimento de jovens talentos de nível internacional. Embora fossem relativamente menos conhecidos antes da cerimônia de abertura, os três finalistas estarão certamente entre os melhores jogadores do mundo nos próximos anos. Eles demonstraram qualidades excepcionais ao longo do torneio e combinaram estilos de jogo vibrantes com maturidade técnica e atuações que ganharam o reconhecimento do público.

O Prêmio Melhor Jogador Jovem Hyundai é uma das premiações oficiais da FIFA. O vencedor é decidido pelo Grupo de Estudos Técnicos, que reúne treinadores e analistas de futebol de alto nível escolhidos pela entidade. O diretor do grupo, Jean-Paul Brigger, foi jogador da seleção suíça, campeão suíço pelo Sion e melhor jogador do seu país em 1992. Ele também venceu a Copa da Suíça por cinco vezes e foi eleito o melhor técnico helvético em 1995.

Os finalistas do Prêmio Melhor Jogador Jovem Hyundai da Copa do Mundo da FIFA África do Sul 2010 são:

Thomas Müller (Alemanha): A rápida ascensão deste jovem foi absolutamente impressionante. Há apenas dois anos, ele jogava na equipa B do Bayern de Munique, clube onde ainda atua. Só foi estrear pela seleção alemã em março deste ano, em um amistoso contra a Argentina. Aos 20 anos, encantou fãs de todo o mundo na África do Sul 2010 com um futebol ofensivo e vibrante, quatro golos decisivos e três assistências que foram fundamentais na boa campanha da seleção.

Giovani dos Santos (México): Com apenas 21 anos, ele já é um dos nomes mais conhecidos da seleção mexicana. “Gio”, que jogou boa parte da última temporada emprestado ao Galatasaray, da Turquia, surgiu no cenário futebolístico com 16 anos, mostrando técnica e visão de jogo excepcionais na campanha vitoriosa do México na Copa do Mundo Sub-17 da FIFA 2005. O habilidoso atacante se tornou uma peça fundamental do bom conjunto mexicano e parece um nome certo para despontar nos próximos anos.

Andre Ayew (Gana): Filho de Abedi Pelé, maior craque da história de Gana, “Dede” Ayew já está acostumado a viver no centro das atenções no meio futebolístico, mas demonstra bastante equilíbrio para lidar com isso. Campeão mundial sub-20 no ano passado, o meia-atacante se tornou uma peça importante do selecionado principal e acumulou a impressionante marca de 85% de passes certos no Mundial da FIFA 2010.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!