Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Novos quadros para os servicos prisionais

A Ministra da Justiça, Benvinda Levy, empossou na segunda-feira, em Maputo, 14 novos quadros para diversos serviços prisionais, no quadro de esforços visando imprimir outro dinamismo no exercício de reabilitação dos reclusos.

Trata-se de Eulália Churana, nomeada Chefe do Departamento de Administração, Finanças e Recursos Humanos do Serviço Nacional das Prisões, Anabela Junqueira, directora da Conservatória dos Registos Centrais, Mário Chipenembe, Chefe do Departamento de Planificação na Direcção Nacional de Planificação e Cooperação, Finiosse Cumbe, Chefe de Departamento dos Registos e Notariado na Cidade de Maputo, Jacinta Ntambalica, directora da Cadeia Provincial de Niassa, Venâncio Chaúma, director da Cadeia Civil de Maputo, e Amade Juma, director adjunto da Penitenciária Agrícola de Manica.

Alberto Ndaluza, César Zacarias, José Santos, Jaime Mureizai, Anual Matavel e Manuel dos Santos foram nomeados comandantes dos Serviços Correccionais nas Cadeias Provinciais de Inhambane, Niassa, Nampula, Cabo Delgado e Zambézia, respectivamente. Julieta Saíde foi nomeada comandante dos Serviços Correccionais na Cadeia Feminina de Ndlavela.

Falando no final do acto de investidura, Benvinda Levy disse aos empossados que devem criar todas as condições para que as cadeias possam devolver a dignidade aos cidadãos ora reclusos e que estes possam regressar ao convívio social reabilitados, porque essa é a tarefa das prisões.

“Nas prisões estão os cidadãos que a sociedade achou que deviam estar reclusos, e nós esperamos que vocês garantam a sua reinserção social devidamente reabilitados”, disse a Ministra. A titular da pasta da justiça disse ainda que a nomeação dos quadros ora empossados não significa a falta de outras individualidades para exercerem os cargos, mas sim da necessidade de renovar as lideranças, daí esperar deles muito trabalho, dedicação e humildade.

A Ministra reiterou que as funções para as quais foram nomeados não serão nada fáceis, mas devem fazer tudo ao seu alcance e colaborar com os colegas para o sucesso do serviço da justiça no país. A cerimónia de tomada de posse contou com a presença de vários outros quadros do sector da justiça.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!