Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Novas tecnologias na produção de estatísticas

O Instituto Nacional de Estatística (INE) está a apostar em novas tecnologias para realizar suas pesquisas de forma a conferir maior qualidade ao seu trabalho. O Chefe do Departamento de Estudos Demográficos do INE, Xadreque Muanze, disse esta segunda-feira, em Maputo, que a utilização das novas tecnologias iniciou com o ‘GPS’ durante a realização do Inquérito Demográfico e de Saúde (IDS) 2003.

Neste momento, o INE, para realizar o IDS 2011, está a recorrer a computadores portáteis para a inserção de dados no terreno pelos inquiridores. O interlocutor explicou a AIM, a margem duma formação de jornalistas sobre matérias ligadas à estatística, que o GPS é utilizado para facilitar a localização dos agregados pelo país. “Estamos a utilizar o GPS desde o IDS de 2003. Fizemos uma listagem dos agregados familiares e atribuímos um número único. O grau de exactidão da localização é alto com a utilização das novas tecnologias e a margem de erro é de apenas três a cinco metros quadrados”, disse a fonte.

O computador portátil que esta a ser utilizado no âmbito do IDS 2011, visa melhorar o processo de recolha e tratamento dos dados. “O inqueridor não precisa esperar chegar a Maputo para inserir os dados, a partir do terreno ele pode fazer isso. Estas novas tecnologias ajudam a reduzir as omissões”, disse a mesma fonte.

Sobre o estágio da realização do IDS, Xadreque disse que o trabalho já abrangeu mais de metade do universo pretendido e até Novembro o mesmo estará concluído. O INE produz as estatísticas nacionais a todos os níveis através da realização de inquéritos, censos, entre outros estudos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!