Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nova unidade de processamento de Tantalite na Zambézia

Uma nova unidade de processamento de tantalite está a ser erguida na província da Zambezia, centro de Moçambique. A referida unidade será inaugurada na próxima semana, pela ministra moçambicana dos Recursos Minerais, Esperança Bias.

Fonte do Ministério dos Recursos Minerais (MIREM), citada pela agência Macauhub, não adiantou o montante a ser aplicado na unidade de processamento, mas disse tratar-se de investimento de uma empresa australiana. A fonte explicou que a nova unidade, importada em finais do ano passado da Austrália, tem capacidade para processar entre 30 a 50 toneladas de tantalite por hora.

O plano económico e social do governo moçambicano prevê, para o corrente ano, o prosseguimento da promoção de minerais industriais em todo o país, particularmente calcário, diatomite, feldspato e tantalite. Moçambique é um país rico em recursos minerais, entre os quais se destacam o carvão na província de Tete, no noroeste do país, e do gás natural na província de Inhambane, na bacia do Rovuma, norte do país, descobertos recentemente.

A tantalite é um mineral composto de ferro, manganésio, nióbio e tântalo, sendo aplicado na indústria electrónica pois oferece resistência ao calor, na indústria do vidro, por aumentar o índice de refracção e nos instrumentos cirúrgicos, pelo facto de não reagir com os tecidos do corpo humano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!