Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nova linha de transmissão de energia vai ligar o centro e o norte de Moçambique

O Governo moçambicano projecta construir uma nova linha de transmissão de energia eléctrica ligando as regiões Centro e Norte como forma de satisfazer as exigências crescentes do desenvolvimento económico e social, dinamizadas pelas descobertas e o início da exploração de recursos minerais.

O Director Nacional de Energia, Pascoal Bacela, em declarações ao jornal Notícias, disse que a nova linha deverá seguir eventualmente o trajecto Caia-Nampula/Nacala (Centro-Norte), sendo a outra alternativa a rota Tete (Centro) /Nampula/Nacala (Norte).

O projecto de ligação Centro Norte, ora em estudo de viabilidade, surge também como alternativa a um outro que, entretanto, não avançou, e que previa a interligação Moçambique/Malawi, que para além de garantir o fornecimento de energia ao N,orte do país iria ligar o Malawi à rede de energia eléctrica da África Austral.

O projecto de interligação Moçambique/Malawi previa a construção, em território moçambicano, de uma linha de transmissão ao longo de 135 quilómetros e a expansão de uma subestação e, no Malawi, deveriam ser construídos 75 quilómetros de linha de transmissão e uma nova subestação.

“A nossa felicidade como país é podermos contar com elevado potencial hidroeléctrico e recursos como o carvão e hidrocarbonetos e o gás natural, que nos permitem também a produção de energia, para além das energias renováveis. Isto oferece ao país melhores condições para a existência de um sector de energia que pode responder de forma segura, eficaz e duradoura às exigências do desenvolvimento económico e social”, afirmou.

Recentemente, o Governo lançou oficialmente o projecto de transporte CESUL, uma combinação de uma linha aérea de Alta Tensão de Corrente Alternada (HVAC) de 400 kV e uma linha de Alta Tensão de Corrente Contínua (HVDC) de 800 kV, ligando o Centro e o Sul do país.

Considerado exemplo das grandes apostas do Governo para o desenvolvimento do país, o Projecto CESUL, com custo estimado de 1,8 bilião de dólares norte-americanos, vai constituir a “espinha dorsal” da Rede Eléctrica Nacional de Transporte de Energia Eléctrica em Alta Tensão.

O projecto CESUL vai ainda viabilizar os projectos de produção hidroeléctrica e térmica em curso no vale do Zambeze e outros emergentes, assegurando o transporte da energia eléctrica a ser produzida para potenciais centros consumidores nacionais e da região.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!