Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nordeste do Japão sofre mais de uma centena de réplicas após o terremoto de 7,4

O nordeste do Japão sofreu mais de uma centena de réplicas do forte terremoto de magnitude 7,4 na escala Ritcher que na terça-feira provocou na região a ativação do alerta por tsunami e gerou ondas de mais de um metro de altura.

A Agência Meteorológica do Japão (JMA) pediu nesta quarta-feira em conferência de imprensa aos moradores das zonas costeiras do nordeste da ilha de Honshu, a principal do país, que estejam atentos à possibilidade de um tremor de magnitude similar ao de ontem durante a próxima semana.

Desde que o terremoto de 7,4 graus atingiu a região na terça-feira às 5h59 local, foram registadas mais de 100 réplicas de nível 1 ou superior na escala japonesa fechada de sete níveis.

O terremoto de terça-feira provocou uma subida do nível do mar de até 1,40 metros, o nível mais alto no país desde o devastador terremoto e tsunami que arrasaram esta mesma região em 2011 deixando mais de 18 mil mortos e desaparecidos e provocando na central de Fukushima o pior desastre nuclear desde o de Chernobyl.

Pescadores da região comprovaram hoje os prejuízos provocados na véspera pela onda, que em alguns casos danificou totalmente os cultivos de algas, segundo informou a emissora pública “NHK”.

Durante as seis horas em que o alerta ficou activo, 11 cidades foram evacuadas, a maioria na província de Fukushima, onde se situou o epicentro do tremor, e mais de 13 mil pessoas chegaram a deixar os seus lares e se abrigaram em refúgios.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!