Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nobel Mohammad Yunus pede sistema financeiro para o povo

O economista bengalês Muhammad Yunus, Prêmio Nobel da Paz, afirmou nesta terça-feira em Tóquio que a crise econômica mundial abre a possibilidade para o desenvolvimento de um sistema financeiro para o povo, não para os ricos.

Yunus, criador de um sistema de microcrédito, afirmou que a atual hecatombe financeira “não é a única crise da atualidade” e não de deve ocultar outras surgidas antes, como as da alimentação, energia e clima.

“Todas as crises têm a mesma origem, surgiram de falhas estruturais de nosso sistema”, afirmou Yunus, para quem “a economia atual está orientada apenas para a busca de um máximo de lucro”.

“Porém, a mais profunda das crises pode gerar a melhor das oportunidades”, disse Yunus. “Enquanto as coisas funcionam mais ou menos, ninguém quer mudar nada, mas agora que já não funcionam é o bom momento”.

“O sistema financeiro deve ser repensado integralmente. De todos os modos não funciona para o povo. Para os ricos sim, mas não para o povo”, destacou.

Yunus propõe a fundação de um novo sistema, “baseado no concreto e não nos sonhos de alguns profissionais das finanças”.

Ele citou como exemplo o Grameen Bank, o banco de microcrédito que criou em 1976 para financiar projetos de cidadãos pobres de Bangladesh sem acesso às linhas de crédito tradicionais.

Três décadas depois da criação, os créditos concedidos pelo Grameen Bank são reembolsados em 98% dos casos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!