Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

No Egipto: Carlos Mesquita partilha experiência moçambicana no “Fórum África 2018”

No Egipto: Carlos Mesquita partilha experiência moçambicana no

Foto de Fim de SemanaO ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, considera que a melhoria da eficiência das infraestruturas de transporte, com vista a tornar os produtos africanos mais competitivos nos mercados globais, constitui o principal desafio económico dos países do continente, que estiveram reunidos, nos dias 8 e 9 de Dezembro, em Sharm el Sheikh, no Egipto, para projectar soluções conducentes ao seu desenvolvimento.

Denominado “Fórum África 2018”, o encontro tinha como lema “Liderança Corajosa e Compromisso Colectivo, Promovendo Investimentos Intra-Africanos” e por objectivo ajudar os países participantes a projectarem soluções inovadoras para estimular investimentos, bem como acelerar o desenvolvimento inclusivo do continente africano.

Durante o fórum, Moçambique partilhou a sua experiência no desenvolvimento das infraestruturas de transporte e expôs o potencial existente para os investidores desta e de outras áreas, tendo em conta o seu papel na cadeia logística dos países do “hinterland”, particularmente os da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Para Carlos Mesquita, que chefiou a delegação moçambicana àquele fórum, em representação do Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, o encontro foi frutífero, “tendo em consideração que os aspectos discutidos se encaixam na estratégia de governação de Moçambique, vertidos no Plano Quinquenal do Governo (2015-2019), onde estão definidas as quatro prioridades, nomeadamente a agricultura, infra-estruturas, energia e o turismo”.

Segundo explicou o governante, o fórum afigura-se como uma plataforma baseada nas experiências de sucesso para encorajar o empreendedorismo dos jovens e das mulheres, “daí que tenhamos dado enfoque para o género e para os jovens, sob o ponto de vista de empreendedorismo”.

Dentro de uma estratégia para maximizar ganhos da participação de Moçambique neste Fórum, a delegação moçambicana privilegiou contactos bilaterais, tendo-se desdobrado em encontros de trabalho, com diversas individualidades e potenciais investidores para Moçambique, com destaque para encontros com o Ministro dos Transportes do Egipto, Hisham Arafat e representantes da Federação das Indústrias Egípcias e de várias companhias que operam na área de energia, construção e gestão de Infra-estruturas, entre outras entidades.

Com o Ministro dos Transportes do Egipto, foram identificadas áreas de cooperação de interesse para os dois Estados, havendo intenções para parcerias na revitalização da cabotagem marítima, assistência e manutenção de equipamentos ferroviários, entre outras.

Nos encontros com o sector privado, o director geral da Agência para a Promoção de Investimentos e Exportações (APIEX), Lourenço Sambo, fez uma apresentação sobre o quadro legal e incentivos existentes no País para atrair investimento directo estrangeiro. Segundo o Ministro, a reacção foi muito boa, tendo o Presidente da Federação das Indústrias Egípcias anunciado uma visita a Moçambique, para Março de 2019.

O fórum juntou cerca de três mil participantes em representação de 90 países e organizações internacionais, tendo Moçambique participado através de uma delegação chefiada pelo Ministro dos Transportes e Comunicações que integrava o Presidente do Conselho de Administração da Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, Miguel Matabel, o Director da Agência para a Promoção de Investimentos e Exportações, Lourenço Sambo e quadros do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!