Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Níger: junta militar mantém presos sete ministros

Sete ministros do governo do presidente Mamadou Tandja, derrubado em um golpe de Estado na quinta-feira, permanecem sob poder da junta militar, que garantiu ter libertado todos, acusaram dois dirigentes do antigo partido no poder, o MNSD. “Há cinco ministros que continuam detidos pela junta, provavelmente em Niamey”, afirmou Issoufou Tamboura, diretor de comunicação do Movimento Nacional para a Sociedade de Desenvolvimento (MNSD).

Ele citou os ministros do Interior, Albadeh Abouba, de Infraestruturas, Lamido Moumouni, das Finanças, Ali Lamine Zène, das Relações Exteriores, Aichatou Mindaoudou, e dos Transportes, Issa Mazou. “Outros dois ministros, o da Defesa, Djida Hamadou, e o da Justiça, Garba Lompo, também estão entre os detidos pela junta militar”, afirmou mais tarde Ali Sabo, vice-presidente do partido.

No sábado, um dos homens fortes da junta anunciou que os membros do governo detidos durante o golpe de Estado estavam em liberdade. O Conselho Supremo para a Restauração da Democracia (CSRD, junta) derrubou o presidente Tandja após confrontos armados ao redor do palácio presidencial.

Os militares dissolveram o governo e suspenderam a polêmica Constituição, aprovada em agosto 2009 para permitir a permanência de Tandja no poder.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!