Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

NBA: Curry volta a brilhar e deixa Warriors a uma vitória do bicampeonato

Alvo de críticas após o seu desempenho apagado nos três primeiros duelos das finais da Liga de Basquetebol Profissional norte-americana (NBA), o armador Stephen Curry voltou a mostrar na madrugada deste sábado porque foi escolhido MVP pelo segundo ano consecutivo ao anotar 38 pontos na vitória, fora de casa, do Golden State Warriors sobre o Cleveland Cavaliers, por 108 a 97, que deixou a equipe californiana a um triunfo do bicampeonato.

Com vitória, que rompeu a reacção dos Cavaliers, a equipa de Oakland lidera as finais por 3 a 1 e precisa vencer o próximo jogo em casa para garantir o título da competição pelo segundo ano seguido.

Além de ser o melhor marcador, Curry brilhou com sete bolas de três, seis assistências e cinco ressaltos, e contou com o auxílio de Klay Thompson, que somou 25 pontos, com quatro bolas de três, e do ala Harrisson Barnes, que marcou 14 pontos, com quatro cestos de três, e conseguiu oito ressaltos.

Os arremessos de fora do perímetro, um dos principais pontos fortes do Golden State, voltaram a cair e a equipa californiana marcou 17 no total, um recorde em um jogo das finais da liga.

Andre Iguodala, principal sexto homem dos Warriors e MVP das finais no ano passado, contribuiu para essa contagem ao anotar duas bolas de fora do perímetro em seus dez pontos, além de seis ressaltos e sete assistências, e foi um dos jogadores mais completos da equipe ao lado de Draymond Green, que conseguiu nove pontos e quatro assistências, e foi o principal nome da equipa no jogo dentro do garrafão, com 12 ressaltos, 11 deles defensivos.

Entre os reservas, além de Iguodala, o armador Shaun Livingstone se destacou com oito pontos, enquanto o pivô brasileiro Anderson Varejão jogou por cerca de quatro minutos e anotou dois pontos e três ressaltos.

Como equipe, os Warriors foram inferiores ao Cleveland nos arremessos de quadra, com 40,7% de aproveitamento (33 de 81) contra 46,9% (38 de 81), mas foram amplamente superiores nas bolas de três, com 47,2% (17 de 36) contra 24% (6 de 25), e nos lances livres, com 80,6% (25 de 31) contra 57,7% (15 de 26).

Já no jogo dentro do garrafão houve certo equilíbrio, com 43 ressaltos para os Warriors e 40 para os anfitriões.

Pelos Cavs, LeBron James chegou perto de um triple-double com 25 pontos, 13 ressaltos e nove assistências, mas também cometeu sete turnovers e esteve muito passivo em alguns momentos do jogo.

O papel de melhor marcador da equipe coube ao armador Kyrie Irving, que anotou 34 pontos, enquanto Kevin Love retornou após perder o jogo 3 com uma concussão na cabeça e acrescentou 11 pontos.

O jogo foi bastante equilibrado nos três primeiro quartos, com muitas trocas de liderança no placar. No entanto, o Cleveland, que vinha de uma sequência de oito vitórias consecutivas em casa nos playoffs, sofreu um apagão na última parcial e ficou mais de seis minutos sem marcar um cesto de quadra, algo que nenhuma equipe pode se dar ao luxo diante da máquina de fazer cestas dos Warriors.

O Golden State liderava o placar com quatro pontos de diferença (88 a 84) faltando pouco mais de sete minutos para o fim, e conseguiu uma sequência de 10 a 5 nos minutos seguintes, com direito a duas bolas de três de Curry, que deu a vantagem definitiva para a equipe californiana.

Com isso, os mais de 20 mil adeptos dos Cavs que compareceram ao ginásio da Quicken Loans Arena e os seus arredores começaram a deixar o local cabisbaixos, pois agora precisarão torcer por três vitórias dos Cavs, duas delas em Oakland, para conseguir quebrar o jejum de títulos desportivos da cidade de Cleveland, que vem desde 1964.

O jogo 5 da série final acontece na segunda-feira (madrugada de terça-feira em Moçambique), na Oracle Arena, em Oakland, Califórnia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!