Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Navio com seis tripulantes a bordo desaparecido em Cabo Verde

As autoridades marítimas cabo-verdianas lançaram um alerta à navegação nas águas do arquipélago na tentativa de localizarem o navio de carga “Rotterdam” que está desaparecido com seis tripulantes a bordo, soube-se, Quarta-feira (11), na cidade da Praia.

Concebida inicialmente para pesca, mas que sofreu modificações com vista à sua transformação numa embarcação para o transporte de cargas, o navio deixou, na noite de Domingo, o porto da cidade da Praia rumo à Boa Vista com estimativa de chegada ao porto de Sal-Rei na Segunda-feira.

Fonte da Capitania dos Portos de Barlavento prefere não falar, por enquanto, em naufrágio do navio, uma vez que considera ser ainda cedo para se chegar a qualquer conclusão sobre o destino desta embarcação de 22 metros de comprimento e a respetiva tripulação.

Isto porque, segundo a mesma fonte, não se descartam as hipóteses de o barco ter sofrido uma avaria ou ter sido apanhado pelo mau tempo que está a afetar o arquipélago há já alguns dias.

As autoridades marítimas já desencadearam operações para localizar o navio, tendo enviado para o local onde em princípio devia estar o navio uma unidade naval da Guarda Costeira para proceder a buscas, e pediram ajuda de todos os navios e barcos de pesca que navegam na região.

As embarcações de pesca de todo o arquipélago estão a ser aconselhadas a permanecer em terra devido às severas condições do mar, resultantes do mau tempo provocado pela passagem, nas imediações das ilhas de Cabo Verde, da tempestade tropical “Humberto”.

As autoridades marítimas comunicaram mesmo a interdição a todos os pescadores, armadores e proprietários, sobretudo os de botes e pequenas embarcações de boca aberta de se fazerem ao mar, enquanto permanecer o mau tempo que afeta principalmente as zonas costeiras a sul e sudoeste do arquipélago.

Nessas zonas, prevê-se que a ondulação deva atingir nos próximos dias entre três a cinco metros de altura. O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) prevê ainda ocorrência de ventos fortes que podem atingir entre 50 a 60 km/h, com fortes rajadas principalmente nas ilhas ocidentais, o que aumenta a perigosidade no mar.

A generalidade das ilhas de Cabo Verde continua afectada por fortes precipitações acompanhadas de trovoadas intensas, principalmente nas ilhas do Sotavento e parte oriental do Barlavento, o que diminui a visibilidade da navegação tanto marítima como aérea.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!