Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Naufrágio mata cinco mulheres em Angoche

Pelo menos cinco mulheres perderam a vida na semana passada em consequência de um naufrágio ocorrido à noite na ilha de Quiloa, no distrito costeiro de Angoche, província de Nampula, supostamente devido à desagregação dos bancos do barco em que se faziam transportar oito pessoas, o que facilitou a entrada da água no mesmo meio.

O naufrágio da embarcação em que se faziam transportar deu-se a 08 de Novembro. Dos oito ocupantes, três eram homens e os restantes eram mulheres, tendo todas elas morrido porque não conseguiram nadar.

A desgraça aconteceu cerca das 23h00 e dada a distância que separa o local do incidente a cidade de Angoche, bem como a falta de meios de comunicação naquela região, o corpo de salvação pública não foi chamado para socorrer as vítimas, facto que fez com que as senhoras não se salvassem.

De acordo com os dados fornecidos pela Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, por intermédio de Sérgio Mourinho, porta-voz da corporação, duas vítimas eram da mesma família.

Os corpos das finadas foram localizados e entregues aos respectivos familiares 24 horas depois da ocorrência.

Mourinho fez saber ainda que o naufrágio resultou do mau tempo que se registou em Angoche, naquele dia. Por isso, o agente da Lei e Ordem apelou às pessoas que se fazem as águas do mar para que verifiquem o estado de tempo antes para se evitar mortes e outros danos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!