Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Não é mais um centro comercial, é o “Mall of Africa”

Não é mais um centro comercial

Foto de Adérito CaldeiraOs moçambicanos que ganham cá e gastam do lado de lá da fronteira têm agora um novo espaço comercial onde efectuar as suas compras, bem no coração da cidade de Johannesburg abriu no passado dia 28 de Abril o “Mall of Africa”. Os seus 131 mil metros quadrados ocupados por lojas, restaurantes e outros espaços comerciais tornam-o num dos maiores centro comercial do nosso continente.

São mais de 300 lojas, entre as mais conhecidas marcas sul-africanas e várias internacionais incluindo uma popular cadeia de cafés norte-americana, distribuídas em vários pisos e localizadas na área residencial de Midrand, próxima da auto-estrada N1 e com acesso ao Gautrain.

Detido maioritariamente pela grupo Attacq Limited o novíssimo “Mall of Africa” é mais de dez vezes um campo de futebol, porém o Gateway, na cidade de Durban, continua a ser o maior do género na África do Sul, e no continente, com os seus 220 mil metros quadrados.

No dia da abertura a cidade de Johannesburg literalmente parou, todos os caminhos iam dar ao “Mall of Africa” onde mais do que os atractivos descontos a curiosidade terá atraído centenas de milhares de sul-africanos, que vivem um período de recessão económica.

Foto de Adérito CaldeiraO @Verdade esteve no centro comercial quatro dias após a abertura e o local continuava apinhado de clientes, filas eram visíveis nas mais variadas lojas, particularmente nas áreas de restauração. A fila numa famosa cadeia de cafés era de uma hora de espera.

O amplo espaço interior promete uma “experiência africana de compras” com diferentes decorações inspiradas nas florestas tropicais da República Democrática do Congo, nos grandes lagos do Tanganyika e até mesmo no deserto do Sahara – representado nuna área em vidro e mármore.

Os moçambicanos, conhecidos pelas largas compras que fazem no país vizinho, são potenciais clientes do “Mall of Africa”, um dos cerca de dois mil centros comerciais existentes na chamada “terra do rand”.

Só entre os meses de Janeiro e Fevereiro 248 202 cidadãos do nosso país fizeram turismo na África do Sul, segundo a entidade oficial de estatísticas sul-africanas.

O @Verdade viajou a convite do Ministério do Turismo da África do Sul
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!