Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Muxúnguè perdeu mais de 50% de ananás por falta de mercado

Mais de metade da produção global de ananás de Muxúnguè, distrito Chibabava, província de Sofala, perdeu-se no ano passada devido a falta de mercado para esta fruta naquele ponto de Centro de Moçambique.

Segundo Paz Martinho, director dos Serviços Económicos no distrito de Chibabava, o Posto Administrativo de Muxúnguè produziu um total de 45 mil toneladas de ananás na campanha agrícola 2008/2009, mas nem toda foi comercializada.

“Só conseguimos vender perto de 45 por cento de ananás no ano passado devido a falta de compradores…a outra parte ficou deteriorada “, disse Martinho, citado pelo “Diário de Moçambique”. A existência de uma fabriqueta de processamento de ananás evitaria as enormes perdas dos camponeses, mas aquele ponto do país não dispõe deste tipo de equipamento.

Por outro lado, o mercado de ananás de Muxúnguè reduziu com a proibição da circulação deste produto para outros pontos do país, particularmente da região Sul, devido a ocorrência da mosca de fruta nas zonas centro e Norte de Moçambique. Como forma de salvar a produção dos camponeses, as autoridades de Sofala promovem, anualmente, feiras de ananás, mas mesmo assim os rendimentos dos agricultores não são visíveis devido a falta de compradores.

O Governo local diz que tem estado a persuadir diversos empresários para investirem na montagem de uma fabriqueta de processamento de fruta naquele ponto do país, mas nenhum deles já manifestou interesse nesse sentido.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!