Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mutuário do fundo distrital a contas com a justiça

Um mutuário do Fundo de Desenvolvimento Distrital (FDD) de Nhamatanda, província de Sofala, Centro de Moçambique, deverá responder em juízo pelo facto de não ter honrado com o seu compromisso de erguer uma fábrica de processamento de tomate com o financiamento adquirido.

O indivíduo em causa beneficiou, há dois anos, de um financiamento no valor de um milhão de meticais (cerca de 33 mil dólares) do FDD, vulgo “Sete Milhões de Meticais”, para erguer uma pequena fábrica de processamento de tomate no posto administrativo de Tica, em Nhamatanda.

Instituído em 2006, o FDD tem como objectivo financiar projectos de geração de emprego, produção de alimentos e redução da pobreza nas regiões rurais.

Inicialmente, escreve o jornal “Notícias” desta terça-feira, tudo indicava que o projecto haveria de arrancar porque o mutuário assegurou que havia uma instituição bancária que traria a maquinaria necessária.

Por outro lado, já existia uma área concedida pelo executivo local para a implementação desta iniciativa. Contudo, ainda não se vislumbram desenvolvimentos no terreno, situação que obrigou o Conselho Consultivo Distrital (CCD), órgão responsável pela gestão deste fundo, a remeter o caso à Justiça.

O administrador de Nhamatanda, Sérgio Moiane, disse que o processo já está a ganhar uma outra dinâmica e assegurou que o mutuário deverá devolver todo o dinheiro de que beneficiou deste fundo do Estado.

“Esse senhor burlou o Governo, por um lado. Por outro, enganou a população de Nhamatanda que, anualmente, perde enormes quantidades de tomate por falta de uma fábrica de processamento. Passam mais de dois anos e nem sequer tem uma instalação para exercer esta actividade. Nós não vamos tolerar este tipo de brincadeiras. Ele vai ter que responder na Justiça”, disse o administrador.

Apesar desta e de outras vicissitudes, Moiane disse que os projectos financiados pelo FDD estão a catapultar o almejado crescimento em Nhamatanda. Segundo ele, ainda este ano, será instalada uma bomba de combustível em Muda-Mufo, avaliada em 300 mil meticais, entre outras iniciativas em financiadas por este fundo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!