Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Munícipes de Nampula agastados com aumento da taxa de lixo

Os munícipes da cidade de Nampula, capital da província com o mesmo nome, norte de Moçambique, estão agastados com a edilidade devido ao agravamento da taxa mensal de lixo em 200 por cento.

A taxa de lixo subiu de 10 para 30 meticais (um dólar equivale cerca de 27 meticais), com efeito a partir do corrente mês, uma situação que, aparentemente, colheu de surpresa os munícipes que também consideram o valor de exorbitante.

Além disso, os munícipes consideram que não se justifica o agravamento desta taxa, porque o Município não consegue fazer o mínimo de limpeza na cidade, verificando-se uma acumulação de resíduos sólidos naquela urbe.

“Isto é incrível. Não sabemos o quê os membros da Assembleia Municipal estão a fazer. Será que a situação foi discutida? Imaginemos um cidadão que em média compra energia de 100 meticais para seu consumo mensal, 30 porcento desse valor vai para a taxa de lixo”, lamentou Maria Mauro, citada pela edição de Quinta-feira do jornal “Notícias”.

Mesmo depois do agravamento da taxa de lixo, não se registam melhorias na remoção de resíduos sólidos na cidade, situação que, em Moçambique, afecta quase todos os municípios.

“Como vê, o exemplo disso está neste bairro, estes montes de lixo não são é de hoje, estão aqui há muito tempo. Mesmo assim, no fim do mês somos descontados trinta meticais. Isto é burla ao munícipe”, disse Alfredo Manuelino.

Entretanto, o Município refere que, apesar destas reclamações, não vai recuar da sua decisão de agravar a taxa de lixo. “Na tomada desta decisão teve-se em conta as regras do código de postura da cidade que já foi aprovado e está sendo implementado. Portanto, esta foi a decisão dos membros da Assembleia Municipal e o valor destina-se a contribuir para a melhoria na recolha regular dos resíduos sólidos que são produzidos todos os dias nesta cidade”, disse Abdul Paulo, do Gabinete de Comunicação e Imagem.

Paulo explicou que, antes da implementação da nova taxa de lixo, a medida foi divulgada junto dos munícipes, razão pela qual não têm motivos para afirmar que foram colhidos de surpresa. Contudo, o Município de Nampula reconhece a existência de “sérias” dificuldades na recolha atempada de resíduos sólidos, particularmente nos bairros periféricos, onde os residentes também são forçados a pagar a taxa de lixo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!