Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mundiais de Natação: caiu o mais antigo recorde mundial; moçambicanos não passam da primeira fase

O chinês Sun Yang sagrou-se este domingo campeão do mundo dos 1500 metros livres e estabeleceu a melhor marca de sempre na distância, fazendo cair o mais antigo recorde da natação. Moçambique esteve representado nos Campeonatos Mundiais de Natação, que decorreram na China, por três nadadores: Jéssica Cossa, Jéssica Vieira e Chakyl Kamal. Nenhum dos nossos representantes passou da primeira fase de apuramento.

Em Xangai, Sun Yang nadou em 14m34,14s, batendo o tempo do australiano Grant Hackett (14m34,56s), que permanecia no topo da lista desde os Mundiais de 2001, em Fukuoka. O recorde do jovem chinês, de 19 anos, é apenas o segundo na era pós-fatos de poliuretano, depois de o norte-americano Ryan Lotche ter registado a melhor marca de sempre nos 200 metros estilos, também nos Mundiais que decorrem em Xangai.

Na final dos 1500m livres, Sun ficou à frente do canadiano Ryan Cochrane (14m44,46s) e do húngaro Kis Gergo (14m45,66s).

Nadadores moçambicanos não passam da primeira fase

Jéssica Vieira nadou os 50 metros livres em 27 segundos e 11 décimos tendo ficado na 40ª posição, entre 87 outras nadadoras. A vencedora da especialidade foi a sueca Therese Alshammar com a marca de 24 segundos e 14 décimos. Karin Prinsloo foi a melhor africana da especialidade com o resultado de 25 segundos e 89 décimos.

Nos 100 metros livres Jéssica Vieira ocupou a 52ª posição, entre 75 nadadoras, com o tempo de 1 minuto e 14 décimos. A dinamarquesa Jeanette Ottesen ganhou a prova com a marca de 53 segundos e 45 décimos. A melhor africana voltou a ser Karin Prinsloo que fez a prova em 55 segundos e 57 décimos.

Ainda em femininos, Jéssica Cossa nadou os 50 metros costas em 32 segundos e 29 décimos, tendo ocupado a 47ª posição entre 57 nadadoras. A prova foi ganha pela russa Anastasia Zueva com a marca de 27 segundos e 79 décimos. Karin Prinsloo foi a melhor africana com a marca de 29 segundos e 3 décimos.

Nos 100 metros costas, Jéssica Cossa percorreu a piscina em 1 minuto, 9 segundos e 74 décimos o que a colocou na 52ª posição entre 53 nadadoras. Jing Zhao, da China, foi a vencedora, com o tempo de 59 segundos e 5 décimos, enquanto a sul-africana Karin Prinsloo foi a melhor africana com 1 minuto 1 segundo e 54 décimos.

O nadador moçambicano, Chakyl Kamal, competiu nos 50 metros livres e fez a marca de 24 segundos e 40 décimos, tendo ficado na 53ª posição num total de 116 atletas em competição. A prova foi conquistada pelo brasileiro César Cielo, com a marca de 21 segundos e 52 décimos. O sul-africano Gideon Louw foi o melhor africano com o tempo de 22 segundos e 11 décimos.

Na prova dos 100 metros livres, Chakyl ocupou a 74ª posição, entre 105 participantes, com o tempo de 54 segundos e 99 décimos. James Magnussen, da Austrália, venceu a prova com a marca de 47 segundos e 63 décimos enquanto o melhor africano foi Graeme Moore, da África do Sul, com a marca de 48 segundos e 59 décimos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!