Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Multiplicam-se especulações sobre futuro de Luísa Diogo

Enquanto a antiga Primeira-Ministra e hoje simples deputada da Assembleia da República de Moçambique, Luísa Dias Diogo, não clarifica em definitivo o seu futuro, vão se multiplicando especulações em torno desta. A mais recente informação que nos chegou é a de que Luísa Diogo poderá regressar ao Banco Mundial, de onde saira a convite do então Chefe de Estado de Moçambique, Joaquim Chissano, para integrar o seu Governo em 1994.

Esta indicação não é nova, mas em ambientes reservados Luísa Diogo dissemina indicações de que terá recebido um convite daquela instituição financeira de prestígio planetário, mas que declina ir viver para fora de Moçambique.

A grande novidade é de que desta vez diz-se que Luísa Diogo regressa ao Banco Mundial para desempenhar as funções de vice-presidente da instituição para África, em substituição da nigeriana Obiageli “Oby” Katryn Ezekwesili, naquele cargo desde 1 de Maio de 2007, em resposta a um convite nesse sentido formulado pelo presidente da instituição, Paul Wolfowitz, a 23 de Março do mesmo ano.

Ezekwezile é uma especialista em assuntos financeiros mundiais e já exerceu várias funções governativas no seu país, sendo a que precedeu a sua partida para o BM a de ministra da Educação. É uma entusiasta na luta contra a corrupção, tendo desempenhado um papel activo na criação da Transparência Internacional e dirigido o desk África desta. Fonte do BM em Maputo declinou comentar o possível regresso de Luísa Diogo para os quadros da instituição.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!