Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mulher candidata-se às eleições presidenciais no Congo

Gilda Rosemonde Moustara Gambou, anunciou segunda-feira em Brazzaville a sua candidatura às eleições presidenciais antecipadas previstas para 20 de março próximo no Congo.

“Para maximizar as possibilidades de consolidação duma democracia verdadeira caracterizada pela organização de eleições livres e transparentes, tomei a decisão de fazer ato de candidatura às eleições presidenciais de 20 de Março de 2016 », declarou a secretária-geral da “Consciência Livre”, partido membro da Frente para o Respeito pela Ordem Constitucional e Alternância Democrática (FROCAD), plataforma da oposição. Moutsara-Gambou representa, até ao momento, a única candidata a estas eleições presidenciais antecipadas às quais oito outras personalidades se candidataram.

O ex-chefe do Estado-Maior das Forças Armadas Congolesas (FAC), o general Jean-Marie Michel Mokoko, que se candidata em independente, demitiu-se do seu posto de conselheiro do Presidente Denis Sassou N’Guesso, encarregue das Questões de Paz e Segurança. Ele é o representante da presidente da Comissão da União Africana (UA) na República Centro Africana.

Oito dos nove concorrentes já registados são da oposição. Do lado da maioria presidencial, apesar dos apelos repetitivos dos partidos e das associações políticas, o Presidente cessante, Denis Sassou N’Guesso, ainda não se candidatou, enquanto a data limite de inscrição é para 20 de Fevereiro corrente.

Em 2002 e 2009, uma outra mulher, Angèle Bandou, já falecida, também candidatou-se às eleições presidenciais no Congo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!