Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mozal e Cornelder em destaque no ranking das “100 maiores empresas”

A fábrica de fundição de alumínio, a MOZAL, e a empresa gestora do porto da Beira, Cornelder, foram os maiores vencedores da edição 2012 do Ranking das “100 Maiores Empresas de Moçambique” 2012 apresentado nesta Quinta-feira, em Maputo.

Com efeito, a MOZAL, um mega projecto estabelecido na zona de Beloluane, na província de Maputo, voltou a conquistar o primeiro lugar na categoria das “maiores Empresas de Moçambique”, enquanto a Cornelder Moçambique, foi a vencedora da categoria “Melhores Empresas de Moçambique”.

Para além da Mozal, constam do top-10 das Maiores Empresas de Moçambique, por ordem decrescente, a Petromoc, Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), Moçambique Celular (Mcel), MOTRACO, Millennium bim, Cervejas de Moçambique (CDM), Electricidade de Moçambique, Sasol, e BP Moçambique.

O ranking das Maiores Empresas de Moçambique é publicado, anualmente, pela KPMG, uma rede global de empresas de prestação de serviços e auditoria, sendo que esta é 14ª Edição. Refira-se que, no caso desta edição, as 100 maiores empresa contribuem com cerca de 66 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) de Moçambique, sendo que 88 por cento do volume de negócios no país provem destas empresas.

Na cerimónia de atribuição de prémios, que teve lugar no Centro de Conferencias “Joaquim Chissano”, em Maputo, foram distinguidas, igualmente, empresas que se distinguiram nas categorias de Maior Empresa de Capitais Privados, cujo vencedor foi a HCB; Maior Rentabilidade de Capitais próprios, ganho pela Moçambique Leaf Tobacco, Maior Entrada no Ranking, premio ganho pela empresa pública Telecomunicações de Moçambique (TDM) e Maior Salto no Ranking, galardão arrecado pela empresa CMA CGM Moçambique.

Este ranking diz respeito ao exercício económico de 2011.

Na cerimónia, foram também distinguidas as empresas que se notabilizaram no referido exercício económico nas diversas áreas de actividade. Assim, no que diz respeito a área de Actividades Financeiras e Seguros, foi distinguido o Millennium bim, enquanto no sector de agricultura e pescas posicionouse, em primeiro lugar, a empresa Moçambique Leaf Tobacco.

Em relação a área de Alojamento, Restauração e Similares, o prémio foi para a empresa Turvisa, no Comercio, o vencedor foi a Petromoc, e nas Comunicações foi a Mcel.

Igualmente, na área de construção, o prémio coube a Mota Engil, na Industria destacou-se a Mozal, na componente de Serviços foi a MOTRACO e na área dos transportes o vencedor foi a companhia Linhas Aéreas de Moçambique (LAM). Em relação a maior variação do volume de negócios, destaque vai para o Banco Oportunidade, no ramo de actividades financeiras e seguros; agrovisa, para o sector de agricultura e pescas; Polana Serena Hotel, para a área de alojamento, restauração e similares.

Também se destacam a empresa Liquid logic, na área de comércio; Teledata, em relação as comunicações; CAPA, no sector de Construção; SIESTA, na Indústria, LinkKup Recruitmente, no sector de Serviços e CMA CGM Moçambique, nos transportes e Armazenagem.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!