Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mortes por gripe aviaria na China sobem e podem virar pior surto da história

Pelo menos 79 pessoas morreram devido à gripe aviaria H7N9 na China no mês passado, informou o governo, despertando temores de que a disseminação do vírus nesta temporada possa ser a pior já registada.

As mortes de Janeiro foram até quatro vezes maiores do que as do mesmo mês dos últimos anos e elevaram o total de mortes decorrentes da H7N9 para 100 desde Outubro, mostraram dados da Comissão Nacional de Saúde e Planeamento Familiar no final da terça-feira.

As autoridades vêm alertando o público repetidamente para estar alerta para o vírus, e pediram que se evite o pânico na segunda maior economia do mundo.

Mas as informações mais recentes a respeito do surto de gripe aviaria criaram o temor de uma repetição de crises de saúde pública anteriores, como a epidemia de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês).

“Já estamos em meados de Fevereiro e ainda estamos a receber os números de Janeiro. Com o saldo de mortes quase alcançando o do Sars, será que os alertas não deveriam ser emitidos mais cedo?”, indagou um usuário do popular microblog Sina Weibo.

Outros internautas da blogosfera chinesa expressaram receio devido ao ritmo das infecções e pediram ainda mais relatos actualizados. Numa postagem feita em uma rede social, o Diário Popular, o jornal oficial do Partido Comunista, alertou as pessoas a ficarem longe de mercados de aves domésticas vivas, dizendo estar “extremamente claro” que os animais e seus excrementos são a causa das infecções.

O preço do frango chinês caiu para o seu menor valor em mais de uma década nesta quarta-feira, derrubando o valor das acções das indústrias de processamento de carne em meio à preocupação de que a gripe aviaria possa afectar a demanda em um dos maiores mercados de aves domésticas do planeta.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!