Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mortes por carros mancham semana santa em Moçambique

Pelo menos 23 pessoas morreram e outras 37 ficaram feridas, 29 das quais com gravidade, devido a 35 acidentes de viação, ocorridos de 08 a 14 de Abril corrente – período que coincide com a semana santa – nas estradas moçambicanas.

Em igual período do ano passado, a Polícia da República de Moçambique (PRM) registou 24 óbitos e 76 feridos por conta de 30 sinistros rodoviários.

As autoridades voltaram a manifestaram a sua preocupação com a carnificina que semanalmente ocorreu nas nossas estradas, pese embora as campanhas de sensibilização para uma condução prudente.

Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da PRM, disse que, dos 35 acidentes de viação ocorridos na semana finda, 17 foram do tipo atropelamentos do tipo carro/peão e sete despistes e capotamentos, entre outros.

O excesso de velocidade, a condução em estado de embriaguez, a má travessia do peão e as deficiências mecânicas em algumas viaturas foram as principais.

Nas cidades de Maputo, Tete e Nampula, as autoridades policiais detiveram quatro indivíduos supostamente por tentativa de suborno a membros da Polícia de Trânsito (PT) com valores que variam de 100 a 1.500 meticais.

Com estes montantes, os visados pretendiam isentar-se das multas aplicadas em resultado da transgressão das normas previstas no Código da Estrada.

Dos cidadãos em alusão, dois foram neutralizados na cidade carbonífera, um na capital do país e o outro na urbe do maior círculo eleitoral de Moçambique.

Na mesma operação, outros nove indivíduos caíram igualmente nas mãos da Polícia por condução ilegal.

No que diz respeito à fiscalização do trânsito, o trabalho da PT incidiu sobre 84.046 viaturas, das quais 4.932 foram multadas e 252 cartas confiscadas por diversas irregularidades.

Do total dos acidentes, 10 aconteceram na sexta-feira santa e houve igual número de óbitos, contra 13 de igual período do ano passado, devido a 12 sinistros.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!