Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mortes por acidentes de viação ultrapassam quatro dezenas em uma semana

Entre 01 e 07 de Março em curso, morreram pelo menos 45 pessoas vítimas de acidentes de viação em diferentes rodovias do território moçambicano. Tratando-se de mortes causadas por máquinas manipuladas inescrupulosamente pelos seres humanos, o número é assustador comparativamente aos 21 óbitos registados na semana de 15 a 21 de Fevereiro passado e 30 na semana de 22 a 28 do mesmo mês.

Dados divulgados esta terça-feira (11) pela Polícia da República de Moçambique (PRM), colhidos em vários locais onde a morte causada, sobretudo, pela inobservância das regras elementares de trânsitos degenerou em luto e sangue, indicam que no total foram 54 acidentes que chegaram ao conhecimento das autoridades, podendo haver outros não inclusos nas estatísticas oficiais.

No período em análise, 30 pessoas contraíram ferimentos graves e outras 15 ficaram ligeiramente traumatizadas. Segundo a PRM, os incidentes foram causados pelo excesso de velocidade, pela má travessia de peões, pelas ultrapassagens e cruzamentos irregulares, pelos cortes de prioridade e pela condução em estado de embriaguez.

“A cidade de Maputo foi a que registou maior número de incidentes rodoviários, com 16 casos, seguindo a província de Inhambane, com oito, a província de Maputo com seis, Manica e Sofala com cinco casos cada e Tete com quatro”, refere a Polícia.

Para inverter o caos em alusão, a Polícia de Trânsito (PT) fiscalizou 17.824 viaturas, puniu 3.990 automobilistas com multas por violação das regras de trânsito, apreendeu 116 veículos por diversas irregularidades, surpreendeu e deteve 117 condutores que conduziam bêbados, apreendeu 22 livretes por diversas infracções ao Código da Estrada e deteve 12 indivíduos por condução ilegal.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!