Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Morreu actor Jorge Loredo, intérprete do “Zé Bonitinho”, aos 89 anos

O actor brasileiro Jorge Loredo, conhecido dos moçambicano pelo seu icônico personagem “Zé Bonitinho” da TV Record, morreu nesta quinta-feira, aos 89 anos. Loredo lutava há anos contra uma Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica grave e um Enfisema Pulmonar e, apesar de todos os esforços terapêuticos, não resistiu.

Jorge Loredo nasceu em 7 de maio de 1925. Ele passou toda a sua infância e juventude em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. A sua adolescência foi marcada por doenças graves. Aos 12 anos ele teve osteomelite na perna e sofria de fortes dores contantemente. Aos 20, contraiu uma tuberculose e foi internado num sanatório, situação que acabou por lhe abrir as portas para a carreira.

Incentivado pelos médicos, participou de um grupo teatral no hospital e descobriu a sua vocação para actuar. Antes de tornar-se actor, Loredo trabalhou num banco e também formou-se em Direito.

O personagem “Zé Bonitinho” foi criado há 55 anos por Loredo. O humorista disse que a inspiração do galã que se autoproclama “o perigote das mulheres” veio de um amigo que era metido a conquistador. O personagem que se achava o rei das mulheres era presença constante no extinto programa “A praça é nossa”, do SBT, masa  sua estrei foi em 1960, no programa “Noites Cariocas”, exibido pela extinta TV Rio, com os primeiros textos escritos por Chico Anysio.

Os bordões do personagem conquistador: “Câmera, close; microfone, please”, ou “Garotas do meu Brasil varonil: vou dar a vocês um tostão da minha voz!”, definitivamente ficaram marcados nas mentes dos seus telespectadores.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!