Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Morre homem boliviano que dizia ter 123 anos

Um camponês boliviano que garantia ter 123 anos de idade, o que o tornaria a pessoa mais velha do mundo, morreu, segunda-feira (10), na aldeia em que vivia perto do Lago Titicaca, disse o seu filho.

Carmelo Flores, um indígena aymara, afirmava que os documentos do seu baptismo traziam o seu nascimento como 16 de Julho de 1890. As autoridades nunca puderam comprovar a sua idade porque a Bolívia só começou a emitir certidões oficiais de nascimento em 1940.

“Morreu ontem às 21h”, disse, esta terça-feira, à Reuters o seu único filho vivo, Cecilio Flores, que tem cerca de 70 anos. “Já não conseguia levantar-se”. Flores vivia em Frasquía, uma aldeia 150 quilómetros a noroeste de La Paz e a 4.000 metros de altitude.

Ele sofria de diabetes e havia atribuído a sua longevidade a uma dieta baseada em cereais de quinoa e cogumelos das margens de um rio e à mastigação de folhas de coca. O título da pessoa mais velha do mundo pertence à francesa Jeanne Calment, que morreu em 1997 aos 122 anos, segundo o livro dos recordes Guinness.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!