Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moção de desconfiança contra Jacob Zuma

A presidente da Assembleia Nacional sul-africana, Baleka Mbete, autorizou na segunda-feira um debate sobre a moção de desconfiança contra o Presidente Jacob Zuma, depois da sua decisão de demitir em Dezembro o respeitado ministro das Finanças, Nhlanhla Nene. Esta decisão surpresa causou uma baixa da economia e do rand, a moeda local, a um nível histórico em relação ao dólar americano.

No período duma semana, o Presidente Zuma, espantado pela indignação global suscitada pela sua decisão de demitir Nene, anunciou o regresso do antigo ministro das Finanças, Gordan Pravin, para este cargo. Contudo, domingo, o Presidente julgou excessiva a reacção dos Sul-africanos sobre a partida de Nene, considerando que as consequências desta decisão foram exageradas.

Para o partido da oposição oficial, Aliança Democrática (DA), “esta violação flagrante é um insulto a qualquer Sul-africano, que ressentiu e continua a ressentir as consequências nefastas que a decisão do Presidente teve na nossa economia”.

A presidente da Assembleia Nacional confirmou que os seus serviços consultavam atualmente o chefe do Governo e o líder do partido maioritário para programar a moção de desconfiança “num período razoável”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!