Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambola2014: Liga Muçulmana goleia Clube de Chibuto

O campeão nacional de futebol colocou um ponto final à tradição derrotando, pela primeira vez em jogo oficial, o Clube de Chibuto na tarde deste domingo (23). Jogava-se a jornada inaugural do Moçambola, edição 2014.

A prova começou tal como terminou no ano passado para a Liga Muçulmana. Sempre no topo. E não haveria melhor começo do que este, diga-se, de trucidar uma equipa que confiava na tradição para triunfar na Matola C. É que à entrada deste jogo, o Clube de Chibuto não perdia diante dos muçulmanos no histórico de confrontos. Em cinco venceu quatro e empatou um.

Decorridos cinco minutos, Kito assustou os “guerreiros” com um chapéu ao guarda-redes mas que, pela frouxidão do remate, a bola foi desviada pela força do vento para fora. A resposta do Chibuto surgiu três minutos mais tarde quando Mano viu o travessão de Milagre a negar o golo.

Em dois lances seguidos, o goleador da equipa, Sonito, testou a concentração do guarda-redes Victor. Mas debalde. Aquele jogador, que a partir de Maio próximo irá envergar a camisola dos angolanos do Bravos de Maquis, ainda não estava com a pontaria afinada.

O primeiro golo surgiu decorridos 36 minutos e teve assinatura de Liberty. O médio, depois de invadir a grande área, fez uma simulação para tirar um central do caminho antes de rematar para o fundo das malhas.

Visivelmente abatida com o tento sofrido, a defesa do Chibuto divorciou-se das suas funções e fez um grande favor aos muçulmanos, marcando na própria baliza. O cruzamento foi de Muandro e o desvio da bola foi do central chibutense Nhambanga, quando disputados 38 minutos.

Na segunda metade do encontro, a Liga praticamente jogou sozinha e tentou, de várias formas, visar a baliza contrária. Chegou ao terceiro golo no primeiro quarto de hora por intermédio de Nando, avançado que acabava de sair do banco.

E não demorou muito para que Sonito se acertasse com a baliza. De cabeça pôs-se na frente na disputa “pessoal” com o guarda-redes Victor. Era o 4 – 0 e a confirmação de que a experiência por vezes ganha jogos.

Perto do minuto 90, Fanuel marcou o golo de honra que encerrou as contas do jogo em 3 a 1 a favor dos campeões nacionais em título.

Quadro completo de resultados

Ferroviário de Pemba 1 – 1 Maxaquene

Liga Muçulmana 4 – 1 Clube de Chibuto

Ferroviário da Beira 1 – 1 Ferroviário de Maputo

Ferroviário de Quelimane 1 – 2 Costa do Sol

Desportivo de Maputo 2 – 0 Têxtil de Púnguè

Ferroviário de Nampula 2 – 1 Estrela Vermelha da Beira

HCB de Songo 1 – 0 Desportivo de Nacala

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!