Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambola: Ferroviário de Maputo e Costa do Sol vão decidir o novo campeão na última jornada

Moçambola: Ferroviário de Maputo e Costa do Sol vão decidir o novo campeão na última jornada

Um golo de Maurício deixou a Liga Desportiva fora da corrida para o tri e um tiro de Dário Khan manteve o Costa do Sol na corrida para o título nacional do futebol em Moçambique. O Ferroviário de Maputo depende apenas do seu resultado na última jornada, que ainda não está marcada, para erguer o troféu que lhe foge há cinco épocas. Já os canarinhos precisam de vencer, por muitos golos, e esperar um tropeço da equipa de Caló.

Com o apoio dos seus adeptos, que mesmo em horário normal de expediente estiveram em grande número no estádio da Machava, o Ferroviário de Caló mostrou que a locomotiva ainda tem vapor e quer chegar em primeiro lugar.

Os bicampeões até assumiram as despesas da partida nos minutos iniciais mas os locomotivas, numa jogada aparentemente inofensiva, fizeram o golo por Maurício que apareceu sem marcação no coração da área, recebeu um passe de Luís da direita e chutou sem muita força para o poste mais longe de Milagre.

A Liga Desportiva não conseguiu incomodar o guarda-redes Leonel que, na primeira metade, só teve que se aplicar a fundo para chegar a uma bola que o seu defesa chutou para as costa de um adversário e ressaltou em direcção da baliza.

Litos mexeu na equipa, lançou Manuelito para o lugar de Liberty mas o Ferroviário continuava melhor e podia ter chegado ao segundo, antes do intervalo, não fosse uma grande intervenção de Milagre com os punhos a cortar um passe teleguiado de Maurício para Luís.

Em cima do minuto 45, numa jogada de insistência da Liga, Leonel saiu mal dos postes e a bola sobrou para Sonito no coração da área, que rematou para a baliza mas Jair, de cabeça, impediu aquele que seria o golo do empate.

Litos voltou a mexer na equipa, no início da segunda parte, tirou Zé Luís e colocou mais um homem para o ataque, Osvaldo, mas nem assim criou mais perigo. Sonito, solto na grande área, atirou muito ao lado da baliza locomotiva e depois Telinho, também na área, chutou para as nuvens.

“O mais importante era ganharmos este jogo e conseguimos, os rapazes estão de parabéns, a Liga também valorizou esta nossa vitória”, afirmou Carlos Manuel (Caló) depois do apito final enquanto os adeptos da sua equipa iniciaram a festa sentindo o título bem perto.

“É verdade que conseguimos os três pontos mas precisamos de golos”

A única equipa que ainda pode atrapalhar a festa dos locomotivas de Maputo é o Costa do Sol que sofreu, desperdiçando imensas oportunidades de golo, para vencer o Desportivo de Nacala pela margem mínima graças a um golo marcado por Dário Khan, na transformação de uma grande penalidade no minuto 68.

No final Nélson Santos não saboreou com muito gosto a vitória pois a sua equipa não conseguiu marcar muitos golos, na última jornada viaja ao complicado campo do Chibuto e sabe que mesmo vencendo em Gaza em caso de empate pontual está em desvantagem nos critérios de desempate, designadamente o saldo de golos e o confronto directo.

“Tínhamos duas missões neste jogo: ganhar primeiro e marcar com uma grande vantagem numérica. É verdade que conseguimos os três pontos mas precisamos de golos porque, em caso de empate (pontual), há outras equipas que têm o critério a favor deles”, afirmou o treinador canarinho.

Sonho do título morreu no Chiveve

Na capital de Sofala Chicualacuala acabou o sonho do Ferroviário da Beira de chegar ao título. Maninho havia colocado os beirenses em vantagem, à passagem do minuto 25, mas os guerreiros empataram no minuto 59. Com esta vitória, o Chibuto FC garantiu a sua presença no campeonato nacional do próximo ano.

Na cidade portuária de Nacala, os adeptos voltaram a ser os protagonistas intimidando os seus adversários e, quiçá, a equipa de arbitragem, com o arremesso de objectos para o relvado. A partida esteve interrompida durante pelo menos cinco minutos numa altura em que o Ferroviário de Nampula liderava o marcador graças a um golaço de Hipólito no minuto 33. A dez minutos do apito final, Chelito acabou por fazer o empate para o Ferroviário de Nacala.

Em Tete o HCB do Songo voltou a vencer, por 2 a 0 o ENH FC, e segue tranquilo na quinta posição.

Na capital da Zambézia o 1º de Maio de Quelimane colocou mais um prego no seu caixão ao empatar sem golos com o também aflito Desportivo de Maputo. A equipa treinada por José Lobo mantém-se na penúltima posição e na última jornada vai jogar pela manutenção contra o Desportivo de Nacala que também precisa de pontos, sendo a terceira equipa na zona de despromoção.

Chiquinho Conde já não tem desculpas para os maus resultados da sua equipa. O Maxaquene empatou sem golos com o já despromovido Ferroviário de Quelimane, e o treinador tricolor reclamou do mau estado do piso no campo 1º de Maio, queixou-se dos muitos jogos feitos em poucos dias, mas pelo menos conseguiu, com este ponto, assegurar a manutenção no Moçambola do próximo ano.

Eis os resultados da penúltima jornada:

Costa do Sol 1-0 Desportivo de Nacala

Ferroviário da Beira 1-1 Chibuto FC

Ferroviário de Maputo 1-0 Liga Desportivo de Maputo

Ferroviário de Nacala 1-1Ferroviário de Nampula

Maxaquene 0-0 Ferroviário de Quelimane

HCB do Songo 2-0 ENH FC

1º de Maio de Quelimane 0-0 Desportivo de Maputo

 

A classificação ficou assim ordenada:

CLUBES J V E D BM BS P
Ferroviário de Maputo 25 12 7 6 34 19 43
Costa do Sol 25 12 7 6 26 16 43
Liga Desportiva de Maputo 25 11 7 7 24 12 40
Ferroviário da Beira 25 11 6 8 23 19 39
HCB do Songo 25 10 8 7 21 16 38
Ferroviário de Nampula 25 9 9 7 17 17 36
Ferroviário de Nacala 25 9 7 9 17 14 34
ENH FC 25 9 7 9 22 25 34
Maxaquene 25 9 6 10 19 20 33
10º Chibuto FC 25 7 10 8 23 20 31
11º Grupo Desportivo Maputo 25 7 8 10 16 24 29
12º Desportivo de Nacala 25 6 9 10 15 24 27
13º 1º de Maio de Quelimane 25 5 11 9 15 24 26
14º Ferroviário de Quelimane 25 2 10 13 8 30 16

 

O Moçambola agora vai parar para a disputa das meias-finais da Taça de Moçambique e para os compromissos da selecção nacional que disputa um lugar no próximo campeonato africano para jogadores internos. Ainda sem data serão disputadas as seguintes “finais” na última jornada:

ENH FC vs Maxaquene

Chibuto FC vs Costa do Sol

Ferroviário de Nampula vs Ferroviário de Maputo

Desportivo de Nacala vs 1º de Maio de Quelimane

Liga Desportiva de Maputo vs Ferroviário da Beira

Desportivo de Maputo vs HCB de Songo

Ferroviário de Quelimane vs Ferroviário de Nacala

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!