Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambola: Costa do Sol empata e reassume a liderança com os mesmos pontos que a Liga e o Ferroviário de Maputo que perdeu no Chibuto

Moçambola: Costa do Sol empata e reassume a liderança com os mesmos pontos que a Liga e o Ferroviário de Maputo que perdeu no Chibuto

Os locomotivas de Maputo foram travados na sua caminhada para o título, pelos guerreiros de Chibuto, e a Liga Desportiva aproveitou, vencendo em casa, para voltar ao topo do Moçambola que agora é liderado pelo Costa do Sol que se podia ter isolado mas deixou fugir uma vantagem de dois golos no clássico contra o Desportivo de Maputo. Com os três clubes empatados com 40 pontos o Campeonato entra na penúltima jornada já na próxima quarta-feira (30).

Os guerreiros do Chibuto, que já haviam roubado dois pontos ao Ferroviário de Maputo na 1ª volta, justamente na estreia de Carlos Manuel (Caló) no comando dos locomotivas ficaram com os três pontos, que tanto precisam para a manutenção, na partida disputada na tarde deste domingo (27) em Gaza.

Os lomotivas de Maputo até entraram melhor para o jogo dominando nos minutos iniciais; porém, pecavam do meio-campo para a frente. Com o apoio dos milhares de adeptos que lotaram as bancadas o Chibuto equilibraram e deram luta, mostrando no relvado o porquê da alcunha de guerreiros, acabando por abriu o marcador antes do intervalo através do burundês Cedric.

O Chibuto FC precisa de vencer as próximas duas batalhas para garantir a continuidade no escalão maior do futebol moçambicano.

Caló mexeu na equipa, mas os seus pupilos não tiveram arte para ultrapassar a aguerrida defesa do Chibuto. Será que ainda têm vapor para chegarem ao título?

Na quarta-feira (30) saberemos a resposta quando o Ferroviário de Caló receber no estádio da Machava os bicampeões que nesta jornada voltaram a ter hipóteses reais de chegar ao tri. A Liga recebeu e venceu o Ferroviário de Nacala, graças a um cabeceamento de Momed Hagi após um livre bem marcado por Osvaldo.

Liga perto do tri

A equipa de Litos dominou a partida e Sonito podia ter dilatado o marcador não fosse uma grande intervenção de Jonas.

Apesar da derrota, a equipa de Sérgio Faife já não corre o risco de ser despromovida graças a mais uma derrota do Maxaquene. Este domingo a equipa de Chiquinho Conde, que já esteve na liderança do Campeonato, voltou a perder, desta vez em Nampula com o Ferroviário local e continua na nona posição com hipóteses matemáticas de ser ultrapassado pelas equipas que lutam para não descerem de divisão.

Um golo de Avelino, no minuto 35, derrotou os tricolores e garantiu a manutenção da equipa de Rogério Gonçalves que de vice-campeão da época passada tem vindo a fazer um Moçambola para esquecer.

Um outro Ferroviário, o da Beira, também parece ter ficado sem vapor na disputa pelo título empatando 1 a 1 em Nacala diante do Desportivo. Reinildo, de cabeça, após cruzamento de Narito, abriu o placar para os locomotivas no minuto 43.

Na segunda parte, a equipa de Wedson Nyerenda preferiu defender a magra vantagem e, já em período de compensação, viu Ramudua empatar e roubar-lhes a hipótese de continuar na luta pelo título. Matematicamente ainda é possível, mas existem inúmeras variáveis em jogo.

Quem também ainda pode, hipoteticamente, chegar ao título é o HCB que no Songo venceu o 1º de Maio de Quelimane graças a um golo solitário de Dário na segunda parte. Os quelimanenses, apesar de haverem despedido o treinador Henriques Balate (Zulu) que fez uma 1ª volta surpreendente, afunda-se na tabela classificativa e as possibilidades de permanência são cada vez mais escassas mesmo que José Lobo, o novo treinador, use um computador para as contas.

Clássico empatado

No clássico da jornada entraram melhor os canarinhos ganhando a disputada a meio-campo e cedo começaram a chegar com perigo à baliza de Wilson. Num momento de inspiração, à passagem do minuto 18, Lineker ganhou a bola na zona intermediária galgou o flanco direito, ultrapassou o seu defensor directo e, ainda fora da grande área, fuzilou a baliza alvinegra.

Ainda os adeptos canarinhos festejavam o golo e o zambiano bisou. Recebeu a bola de Ruben, desta vez no flanco esquerdo e chutou para primeira defesa de Wilson, mas a bola sobrou e Lineker com frieza rodou, sentou o guarda-redes alvinegro e tirou as medidas da baliza e dos três jogadores alvinegros que tentavam proteger as redes para um chapéu lindíssimo.

Parece que os golos serviram para espevitar os pupilos de Dário Monteiro que no minuto 25, dois depois do 0 a 2, reduziram numa jogada que pareceu de laboratório. Pontapé de canto da esquerda para cabeceamento no primeiro poste a rasgar a defesa e no centro Agy disparou sem hipóteses para Soarito.

Os canarinhos acusaram o golo e os alvinegros não desarmaram, continuaram ao ataque e com alguma naturalidade chegaram ao golo do empate no minuto 38. Lançamento longo pelo flanco direito para Lala que passou por dois defensores canarinhos, quase caiu mas conseguiu servir Lanito que do centro da área rematou para o fundo das redes.

Depois do descanso o clássico continuou renhido, às duas equipas só a vitória interessava. A equipa de Nelson Santos esteve melhor com diversas ocasiões de voltar para frente do placar mas faltou a inspiração da primeira metade e, na melhor ocasião, Ifren sentou o guarda-redes alvinegro e tirou bem as medidas da baliza mas desta vez Manuelito salvou in extremis o golo que daria a vitória e a liderança isolada.

O empate não deu para o Costa do Sol isolar-se mas deu para voltar à liderança graças ao melhor saldo de golos que a Liga Desportiva de Maputo e o Ferroviário de Maputo. Já a equipa de Dário Monteiro continua muito próxima da zona de despromoção, tendo apenas mais um ponto do que o seu homónimo de Nacala que é a terceira equipa abaixo da linha de água.

Eis os resultados da 24ª jornada:

HCB do Songo 1-0 1º de Maio de Quelimane

Desportivo de Maputo 2-2 Costa do Sol

Desportivo de Nacala 1-1 Ferroviário da Beira

Chibuto FC 1-0 Ferroviário de Maputo

Liga Desportiva 1-0 Ferroviário de Nacala

Ferroviário de Nampula 1-0 Maxaquene

Ferroviário da Quelimane 1-1 ENH FC

A classificação está assim reordenada:

CLUBES J V E D BM BS P
Costa do Sol 24 11 7 6 25 16 40
Liga Desportiva de Maputo 24 11 7 6 24 11 40
Ferroviário de Maputo 24 11 7 6 33 19 40
Ferroviário da Beira 24 11 5 8 23 18 38
HCB do Songo 24 9 8 7 19 16 35
Ferroviário de Nampula 24 9 8 7 16 16 35
ENH FC 24 9 7 8 22 23 34
Ferroviário de Nacala 24 9 6 9 16 13 33
Maxaquene 24 9 5 10 19 20 32
10º Chibuto FC 24 7 9 8 22 19 30
11º Grupo Desportivo Maputo 24 7 7 10 16 24 28
12º Desportivo de Nacala 24 6 9 9 15 23 27
13º 1º de Maio de Quelimane 24 5 10 9 15 24 25
14º Ferroviário de Quelimane 24 2 9 13 8 30 15

A próxima jornada, a penúltima, foi agendada para quarta-feira (30) com as seguintes “finais”:

HCB de Songo vs ENH FC

1º de Maio Quelimane vs Desportivo de Maputo

Costa do Sol vs Desportivo de Nacala

Ferroviário da Beira vs Chibuto FC

Ferroviário de Maputo vs Liga Desportiva de Maputo

Ferroviário de Nacala vs Ferroviário de Nampula

Maxaquene vs Ferroviário de Quelimane

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!