Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambola: Clube de Chibuto e Liga Muçulmana colados no topo

O Ferroviário da Beira, clube que se sagrou vencedor da primeira volta do Moçambola, perdeu a liderança do campeonato ao consentir uma derrota caseira diante do Estrela Vermelha da Beira. No clássico da jornada 14, o Costa do Sol empatou a um golo com o Maxaquene. Estes dois resultados beneficiaram o Chibuto.

No regresso do Campeonato Nacional de Futebol aos campos, após uma paragem de cerca de dois meses para dar lugar aos compromissos da selecção nacional nas provas internacionais, o Costa do Sol e o Maxaquene protagonizaram, no último sábado (10 de Agosto), uma partida bastante empolgante.

Numa primeira parte em que os dois conjuntos foram impetuosos e objectivos, foi o Maxaquene que chegou primeiro ao golo, transcorridos 24 minutos, por intermédio de Maurício Pequenino, ao responder a um belo passe do capitão Macamito.

O empate surgiu ao minuto 50, ou seja, cinco minutos depois do reatamento e teve a assinatura de Nelson, extremo que acabava de entrar para o lugar de Rúben. O tento surgiu na sequência de um livre indirecto, cujas culpas recaem sobre o guarda-redes tricolor, Sanito, que no lance esteve na dúvida se ficava entre os postes ou se ia atrás da bola, tendo permanecido a meio do caminho.

Com o empate, justo por aquilo que foi a produção das duas equipas, graças ao domínio claro da equipa tricolor na primeira parte e dos canarinhos na segunda, o Maxaquene descai para a terceira posição com 25 pontos, a dois dos líderes. O Costa do Sol, por sua vez, mantém-se a meio da tabela classificativa com 18.

Campeão do Inverno abdica da liderança

O Ferroviário da Beira recebeu, ainda no sábado (10), o Estrela Vermelha da Beira no derby do Chiveve. E quem fez a festa, só para contrariar, foram os visitantes, cuja vitória serviu de “lufada de ar fresco” para a situação perigosa em que se encontravam na tabela classificativa.

Numa tarde de pouca inspiração, os locomotivas souberam controlar o primeiro quarto de hora da partida, mas não aguentaram com a ousadia dos alaranjados do Chiveve no período subsequente. Transcorridos 25 minutos, Mastyle, na cobrança de um pontapé de canto, colocou a bola no centro para Belo violar as redes contrárias.

O segundo golo do Estrela chegou 15 minutos mais tarde, mercê de uma grande penalidade que serviu de castigo para a falta cometida pelo guarda-redes Minguinho sobre Delfinho. Betinho, chamado a cobrar, fez o 2 a 0 para a euforia total dos adeptos da sua equipa.

Na segunda parte, o Ferroviário da Beira lutou pelo equilíbrio do jogo. Mas o seu rival não permitiu, que até podia ter marcado mais golos. A ousadia ofensiva do Estrela ao longo dos 90 minutos, diga-se, revelou a falta de um segundo plano de Lucas Barrarijo, técnico da locomotiva, visto que com o seu meio campo absorvido pela estratégia de Safrão, passou todo o jogo destrambelhado.

Clube de Chibuto assalta a liderança

Quem soube aproveitar-se dos dois resultados verificados no sábado foi claramente o Clube de Chibuto que em casa derrotou o Desportivo de Nacala por 2 a 1 e ascendeu à liderança da prova. Ndjusta e Johane foram os autores dos golos da equipa da casa aos 50 e 72 minutos, respectivamente, para Belinho, no quarto minuto de compensação, reduzir a desvantagem da sua equipa.

A Liga Desportiva Muçulmana de Maputo venceu o Têxtil de Púnguè, por 1 a 0, com um golo madrugador de Telinho, aos dois minutos, e colou-se ao Chibuto na liderança com os mesmos 27 pontos, porém em desvantagem no confronto directo.

Diogo mantém viva a luta pelo título

Ainda no domingo (11), o Ferroviário de Maputo conquistou três importantes pontos diante do Chingale de Tete e fugiu da zona preocupante da tabela classificativa, mantendo viva a luta pela conquista do título. A locomotiva aguardou pela expulsão de um jogador do Chigale de Tete para, no minuto 81, chegar ao único tento da partida, apontado pelo “matador” Diogo.

Nos primeiros cinco minutos a equipa locomotiva, jogando em casa, beneficiou de um par de oportunidades de golo, com remates de Barrigana e Diogo, com este último a forçar uma intervenção aparatosa do guarda-redes Quim. A resposta canarinha surgiu ao minuto 16, contudo sem grandes riscos para Germano que viu a bola a passar ao lado da sua baliza.

Ao minuto 28, Tchitcho conduziu uma saída rápida de contra-ataque e entregou a bola a Barrigana que do lado esquerdo, à entrada na grande área, centrou para Mauro, com o árbitro auxiliar a cortar o lance por alegada posição irregular deste último jogador.

A máquina ofensiva dos donos da casa não parou por aí, mas o Chingale também não deu tréguas. E antes do intervalo, a vez foi de Barrigana, dentro da grande área, rematar forte para mais uma defesa espectacular de Quim.

No reatamento, os canarinhos do centro do país entraram com o objectivo de abrir o marcador e podiam tê-lo feito aos seis minutos quando, num livre indirecto, Germano protagonizou uma saída em falso dos postes, surgindo Zé, com a baliza totalmente escancarada, a rematar por cima. Lance similar ocorreu do lado contrário, com Quim a não chegar à bola num cruzamento de Barrigana, e Tchitcho a lançar-se tarde quando só precisava de tocar para se gritar golo na Machava.

Com um Chingale mais defensivo devido à fadiga dos seus jogadores, o Ferroviário passou a controlar o meio campo contrário e, ao minuto 66, surgiu a primeira indicação de que o golo não estava longe. Num livre directo, Diogo rematou ao lado do poste esquerdo de Quim.

Depois do vermelho exibido a Charly por acumulação de amarelos, o Ferroviário de Maputo finalmente chegou ao golo, ao minuto 81, num “tiro” forte e de fora da grande área desferido por Diogo, como o culminar de uma brilhante jogada individual pelo centro do adversário, perante a inércia dos médios defensivos de Rogério Marianni.

Com este resultado, o Ferroviário de Maputo ascende à sétima posição com 19 pontos, mais três do que o Chingale, na 10ª.

 

Quadro completo de resultados

HCB de Songo 2 – 0 Matchedje de Maputo

Clube de Chibuto 2 – 1 Desportivo de Nacala

Têxtil de Púnguè 0 – 1 Liga Muçulmana

Ferroviário da Beira 0 – 2 Estrela Vermelha da Beira

Ferroviário de Nampula 2 – 0 Vilankulo FC

Ferroviário de Maputo 1 – 0 Chingale de Tete

Costa do Sol 1 – 1 Maxaquene

 

Próxima Jornada

Costa do Sol X HCB de Songo

Matchedje X Clube de Chibuto

Desportivo de Nacala X Têxtil de Púnguè

Liga Muçulmana X Ferroviário da Beira

Estrela Vermelha X Ferroviário de Nampula

Vilankulo FC X Ferroviário de Maputo

Chingale de Tete X Maxaquene

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!