Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique regista melhorias na redução da mortalidade infantil

Moçambique registou, nas últimas décadas, uma redução contínua das taxas de mortalidade neonatal, infantil e infato-juvenil e tem o potencial para atingir as metas preconizadas, indica o II Relatório da Avaliação dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODMs).

O Ministro da Saúde, Alexandre Manguel, que revelou o facto, esta quinta-feira, em Maputo, disse que, além da redução contínua das taxas de mortalidade neonatal, infantil e infato-juvenil, o país tem potencial para atingir as metas dos ODMs quanto a mortalidade infantil e mortalidade em menores de cinco anos.

Manguel falava, esta quinta-feira, na abertura da 1ª Reunião Bi-Anual do Comité de Coordenação Conjunta entre o Ministério da Saúde (MISAU) e Parceiros, cuja principal agenda é a apresentação dos resultados da Avaliação Conjunta do Desempenho do Sector.

O encontro, segundo o Ministro, constitui um momento de grande importância para a troca de ideias e obtenção de consensos sobre os sucessos e os constrangimentos enfrentados no ano transacto.

Aliás, segundo Manguel, o I Relatório de Avaliação dos ODMs em 2010 mostra que o país continua a registar progressos positivos da redução da taxa de prevalência de baixo peso em menores de cinco anos e com probabilidade de atingir a meta do milénio.

”Em 2010, o sector ultrapassou a meta de partos institucionais prevista. Importa salientar que o atendimento do parto e das complicações obstétricas por profissionais habilitados é a chave para a redução da mortalidade materna”, referiu Manguel.

Ainda nesta área, segundo a fonte, foi notória em 2010 o progresso alcançado no planeamento familiar, a meta prevista na Matriz do Quadro de Avaliação de Desempenho do Sector foi ultrapassada mercê do esforço conjunto desenvolvido pelos trabalhadores de saúde e parceiros do sector consubstanciado pela realização das semanas de saúde da mulher e da criança.

Desta feita, o Ministro destacou a importância da discussão do Relatório de Avaliação de Desempenho do sector com vista a garantir que as recomendações emanadas ajudem na planificação, incluindo sobre os assuntos de previsibilidade do sector.

No encontro de um dia participam os parceiros de cooperação, quadros do sector da saúde e outros convidados.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!