Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique na 3a posição como país mais atractivo ao investimento em África

Resultados de um estudo desenvolvido pela instituição financeira intrnacional Rand Merchant Bank (RMB) indicam que Moçambique é o terceiro país africano mais atractivo para o investimento directo estrangeiro.

A posição é atribuída por aquela instituição devido ao facto de o país ter inflação, moeda e défice público sob “total controlo”, segundo Lucas Chachine, administrador do capítulo moçambicano do First National Bank (FNB), segundo maior banco de investimento em África e membro da família do Grupo RMB.

Os megaprojectos e investimentos aplicados no sector de açúcar são outros factores que contribuem para a posição em que Moçambique se encontra, de acordo ainda com Chachine, falando, esta Quinta-feira (16), em Maputo, durante a conferência económica do FNB.

Custo de vida

Observa, contudo, que Moçambique tem um grande desafio que é manter a posição, controlando a inflação, a sua moeda e o défice público “para nos próximos cinco anos estar no top do investimento a nível mundial”, realçou.

O estudo atribui 1,05 ponto na variação da in- flação registada no preço de combustíveis, contra 1,17 ponto da Nigéria e 1,28 ponto da Zâmbia, enquanto na dinâmica do crescimento, Moçambique tem vindo a registar “um crescimento acelerado de investimento directo estrangeiro” que, em 2010, foi na ordem dos cerca de 800 milhões de dólares, segundo ainda o estudo do RMB.

Dívida externa

Nesta componente, o estudo revela que Moçambique detém o défice menor de 50% no que respeita à dívida externa versus Produto Interno Bruto (PIB), taxa de crescimento do PIB a rondar entre 7% e 10% e inflação na banda dos 6% a 10%.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!