Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique encerra 2012 com reservas internacionais equivalentes a 5,8 meses

O Banco de Moçambique (BM) reporta que as Reservas Internacionais Líquidas, em Dezembro último, aumentaram 103,5 milhões de dólares norte-americanos para atingir um saldo de 2.656 milhões, cerca de 126 milhões acima da meta fixada para o período.

O incremento, explica um comunicado do Comité de Política Monetária do Banco de Moçambique (CPMO), segundo a AIM, deve-se em parte a entrada de fundos de ajuda externa sob forma de donativos no valor de 31,9 milhões de dólares norte-americanos, depósitos bancários no valor de 40,7 milhões e a entrada de fundos dos projectos do Governo no valor 25 milhões.

Assim, em termos de reservas internacionais brutas, o saldo registado no fecho do ano de 2012 equivale a 5,8 meses de cobertura de importações de bens e serviços não factoriais.

O CPMO cita dados preliminares da balança de pagamentos referentes ao terceiro trimestre de 2012 a indicarem que o saldo da conta corrente foi de 1.724,8 milhões de dólares norte-americanos, o que representa uma deterioração em termos anuais de cerca de sete por cento contra o agravamento de 70 por cento em igual período de 2011.

O aumento do défice, segundo reporta o BM, é justificado pela subida do saldo negativo na conta dos serviços em cerca de 61 por cento que, por seu turno e justifica-se pelas despesas líquidas com serviços empresariais de assistência técnica que aumentaram em 53 por cento para 216,9 milhões e dos serviços de construção que estiveram acima do dobro (372,5 milhões de dólares).

No mercado cambial, em Dezembro último, o metical esteve cotado a 29,51 face ao dólar norte-americano e reflecte uma apreciação de 0,94 por cento, contra uma depreciação de 1,33 por cento registada no mês anterior, representando um depreciação anual de 8,73 por cento contra 17,33 por cento de 2011.

No último dia de Dezembro último, o metical esteve cotado ao câmbio de 3,5 meticais por Rand, o que representa uma depreciação mensal de 4,48 por cento após uma apreciação mensal de 1,18 por cento em Novembro. Em termos anuais a moeda moçambicana depreciou 5,42 por cento face ao Rand.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!