Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique e India determinados a reforçarem laços de cooperação

O Alto-comissário de Moçambique na Índia, José Maria Morais, disse que os governos dos dois países estão determinados a iniciar um novo tipo de relações com o objectivo de reforçar a sua cooperação mútua.

Falando esta semana ao serviço de notícias indo-asiático, IANS, Morais disse que Moçambique está agora a finalizar dois acordos importantes com a Índia, um dos quais tem a finalidade de evitar a dupla tributação e o outro destinado a conferir estatuto de “nação mais favorecida”. “O estatuto de nação mais favorecida é uma questão importante para estender as nossas relações, quando os dois países estão muito próximos um do outro.

Eles têm de ter um tratamento especial”, disse Morais, falando na cimeira Índia-Africa, que terminou na Terça-feira passada na capital indiana. Segundo o diplomata moçambicano, que considerou a Índia como uma “fonte de inspiração” para Moçambique, as relações entre ambos países são fortes e a cooperação “saudável”, abrangendo uma série de áreas com destaque para o desenvolvimento de infra-estruturas, energia, electrificação rural, exploração de minerais e tecnologias de informação e comunicação.

“Índia é um país enorme mas continua a enfrentar os mesmos desafios que nós: a pobreza é comum em ambos lados. Mas a Índia de hoje não é a de há 25 anos”, disse o diplomata moçambicano, acrescentando que “esperamos que daqui a 25 anos, com a nossa cooperação, estaremos preparados como a Índia hoje. Por essa razão, nós acreditamos que devemos aprender e trabalhar estreitamente com a Índia”.

Morais disse que a Índia é um grande parceiro de desenvolvimento de Moçambique, não apenas do ponto de vista político, mas também no âmbito da indústria. Ele explicou que os dois países já assinaram um acordo destinado a promover e proteger investimentos bilaterais e que agora discutem um pacto destinado a evitar a dupla tributação.

 A negociação deste pacto já está a um nível avançado, e deverá ser assinado brevemente. O diplomata moçambicano disse que o seu país estava satisfeito com as linhas de crédito estendidas pela Índia nos últimos sete meses, totalizando cerca de 150 milhões de dólares.

Ele considerou que estas linhas de crédito oferecem uma confiança a comunidade de empresários indianos a fazer comércio com o seu país. Morais manifestou a sua esperança em ver esses créditos continuarem nos próximos anos, facto que poderá melhorar a posição daquele país asiático em Moçambique, onde agora é um dos maiores investidores.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!