Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique com taxas elevadas de prevalência da tuberculose

Moçambique ocupa a 16ª posição entre os 22 países analisados no que respeita à incidência da tuberculose, situação que prevalece desde 2006.

Dados, entretanto, avançados, esta Quarta-feira, segundo o Correio da manhã, indicam que em 2012 foram gastos cerca de cinco milhões de dólares norte-americanos em acções de controlo e aquisição de medicamentos contra a doença, segundo Egídio Langa, director do Programa Nacional de Controlo da Tuberculose do Ministério da Saúde (MISAU).

No período em referência foram notificados cerca de 52.760 novos casos de tuberculose, dos quais perto de quatro mil em crianças, tendo as províncias de Nampula, Sofala, Zambézia e cidade de Maputo registado maior número de casos.

Em relação à taxa de abandono, Egídio Langa disse que “houve um comportamento positivo dos doentes”, pois a mesma situou-se abaixo dos 3%, a nível nacional, face a 2011, apesar das províncias de Cabo Delgado, Inhambane e cidade de Maputo terem registado taxas elevadas de 8,3%, 5,6% e 4,6%, respectivamente. Refi ra-se que, em 2012, a taxa de mortalidade foi de 7,5%.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!