Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique com 24,6% de taxa de mortalidade infantil

Os casos de desmamentação precoce estão a provocar elevadas taxas de mortalidade em crianças menores de cinco anos de idade em Moçambique numa percentagem estimada em cerca de 24,6%.

A taxa é tida como a mais elevada a nível da África Subsahariana, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), que peca, no entanto, por não indicar a taxa média global da região. A fonte enfatiza que os frequentes episódios diarreicos combinados com elevados índices de desnutrição aguda e crónica têm vindo a contribuir largamente para a subida de casos de mortalidade em crianças menores de cinco anos de vida, sublinhando que “um dos possíveis determinantes deste padrão é a interrupção da amamentação num contexto de salubridade pouco segura, o que aumenta a exposição das crianças aos agentes infecciosos e parasitários”.

Por áreas de residência, o INE indica que a taxa de mortalidade na infância nas áreas urbanas é de 166 óbitos por mil nascimentos, fixando-se em 270 óbitos por mil nascimentos no campo, enquanto que no caso da mortalidade pós-infantil, na área rural moçambicana, a percentagem é de 80,7%, contra 58,3%, nas cidades.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!