Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

MITRAB suspende descasque da castanha de caju na empresa OLAM em Nampula

A Inspecção de Trabalho suspendeu o descasque da castanha de caju na empresa OLAM, em Monapo, província nortenha de Nampula, por infracção a legislação laboral em Moçambique.

A medida que vigora desde 31 de Janeiro só poderá ser levantada depois de a empresa corrigir na totalidade as irregularidades consideradas graves para a saúde e vida dos trabalhadores. A mesma decisão não deve prejudicar os salários dos trabalhadores.

Um Comunicado do Ministerio do Trabalho (MITRAB) revela, segundo a AIM, que a fábrica foi chumbada em matéria de higiene e segurança no trabalho, ao submeter 279 dos cerca de 800 trabalhadores a condições laborais deploráveis, expondo-os a todos os riscos de intoxicação por falta de máscaras de protecção durante o descasque da castanha.

O descasque de castanha naquela empresa é feito numa secção caracterizada por altas temperaturas, sem que seja providenciado aos trabalhadores materiais de trabalho como luvas, calçado, entre outros.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!