Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

MITRAB suspende descasque da castanha de caju na empresa OLAM em Nampula

A Inspecção de Trabalho suspendeu o descasque da castanha de caju na empresa OLAM, em Monapo, província nortenha de Nampula, por infracção a legislação laboral em Moçambique.

A medida que vigora desde 31 de Janeiro só poderá ser levantada depois de a empresa corrigir na totalidade as irregularidades consideradas graves para a saúde e vida dos trabalhadores. A mesma decisão não deve prejudicar os salários dos trabalhadores.

Um Comunicado do Ministerio do Trabalho (MITRAB) revela, segundo a AIM, que a fábrica foi chumbada em matéria de higiene e segurança no trabalho, ao submeter 279 dos cerca de 800 trabalhadores a condições laborais deploráveis, expondo-os a todos os riscos de intoxicação por falta de máscaras de protecção durante o descasque da castanha.

O descasque de castanha naquela empresa é feito numa secção caracterizada por altas temperaturas, sem que seja providenciado aos trabalhadores materiais de trabalho como luvas, calçado, entre outros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!