Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Líbia: míssil destrói prédio do complexo residencial de Kadafi

Líbia: míssil destrói prédio do complexo residencial de Kadafi

Um prédio administrativo do complexo residencial do líder líbio, Muamar Khadafi, foi atingido por um míssil e destruído este domingo no bairro de Bab el Aziziya, em Trípoli. O prédio, situado a cerca de 50 metros da tenda onde Kadafi recebe geralmente seus convidados importantes, ficou totalmente destruído.

“Foi um bombardeio bárbaro, que poderia ter atingido centenas de civis congregados na residência de Muamar Khadafi, a cerca de 400 metros do prédio atingido”, declarou o porta-voz do regime, Musa Ibrahim, que denunciou as “contradições do discurso ocidental”. “Os países ocidentais dizem que querem proteger os civis, mas atacam uma residência onde sabem que há civis no interior”, disse.

Este domingo, a rede de TV árabe Al Jazeera informou que as forças aliadas retomaram os seus ataques sobre a capital líbia no final da noite de domingo e que as forças de Khadafi responderam com disparos de artilharia antiaérea. A emissora divulgou ao vivo imagens dos ataques nas quais era possível ver projéteis riscando o céu de Trípoli, e afirmou que os disparos da artilharia antiaérea procediam do palácio residencial de Khadafi, embora não tenha precisado quais eram os alvos dos ataques.

Enquanto isso, a rede de televisão oficial Líbia TV divulgava imagens, supostamente ao vivo, que mostravam centenas de pessoas diante do palácio de Khadafi gritando slogans de apoio. À tarde, a rede de televisão Al Arabiya havia anunciado violentas explosões em Trípoli, onde uma coluna de fumaça era visível do palácio de Khadafi, enquanto a artilharia antiaérea disparava contra os aviões aliados.

Todos estes eventos acontecem depois do novo cessar-fogo anunciado este domingo pelas forças governamentais líbias. “As forças armadas líbias divulgaram um comunicado para que todas as unidades militares respeitem o cessar-fogo imediato”, disse o porta-voz.

O anúncio ocorre menos de 24 horas depois de bombardeios das forças dos EUA, França e Reino Unido, após uma resolução aprovada pelo Conselho de Segurança da ONU que autorizava o uso da força para “proteger civis líbios” das tropas de Khadafi.

No entanto, a Casa Branca classificou como “uma farsa” o novo anúncio de cessar-fogo e assegurou que manterá a ofensiva para estabelecer uma zona de exclusão aérea e proteger os civis. Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, Tom Donilon, o regime líbio violou o novo cessar-fogo “imediatamente” após proclamá-lo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!