Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

MISAU: insuficiência de quadros paralisa inspecção

O Ministro moçambicano da Saúde, Ivo Garrido, disse quinta-feira, em Maputo, que a Inspecção de Saúde, a nível central, esta paralisada desde Janeiro último devido a insuficiência de quadros.

Falando na abertura da quinta reunião nacional de Inspecção, um encontro de dois dias destinado a fazer o balanço das actividades do sector durante o ano de 2008 e primeiro semestre deste ano, Garrido disse estar ciente da dificuldade com que a área da Saúde se debate, principalmente na afectação de quadros para a Inspecção. “Desde Janeiro de 2009 que a Inspecção de Saúde, a nível central, está praticamente paralisada, pois ainda não indicamos um novo inspector-Geral de Saúde”, disse o Ministro.

Garrido considerou que a Inspecção de Saúde no país ainda está num processo de estruturação e crescimento. Apesar disso, segundo a fonte, já existe clareza em relação ao lugar que a inspecção ocupa na estrutura do Ministério da Saúde (MISAU) e nas respectivas direcções provinciais. Recentemente, o MISAU decidiu integrar a área de Controlo Interno na Inspecção-geral de Saúde e o mesmo poderá repercutir-se nas províncias.

O Ministro explicou que “a integração desta área na Inspecção-geral e nos Gabinetes provinciais de Inspecção implica aumento do número de quadros a afectar, assim como a necessidade da sua formação específica na área de Auditoria e Controlo Interno”.

Na ocasião, Garrido falou também da Estratégia anti-corrupção do sector da Saúde, aprovado em finais de 2007 e cuja implementação começou no ano seguinte. Esta estratégia já identificou quatro problemas, dentre eles a questão das cobranças ilícitas, mau atendimento de doentes nos hospitais, desvio de fundos, roubo e uso indevido de bens do Estado, para alem do baixo grau de alcance dos objectivos previstos na área da saúde.

O balanço da matriz da Estratégia anti-corrupção do sector da Saúde 2008/ 2009, também é um dos atractivos do encontro em questão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!