Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

MISA condena agressão de jornalistas por militares da Renamo na Beira

O MISA-Moçambique, em comunicado de imprensa enviado à nossa redacção, condena veementemente os actos de agressão física a jornalistas e obstrução do seu trabalho, protagonizados por militares da Renamo, na cidade da Beira, na última Sexta-feira.

O MISA, um organismo de defesa dos órgãos de comunicação social, diz  considerar este acto um verdadeiro atentado à liberdade de imprensa e ao direito do povo à informação, e volta a apelar a todas as forças políticas do País no sentido de garantirem que os seus militantes respeitem e colaborem com a comunicação social, no desempenho da sua missão de informar adequadamente os cidadãos.

Nessa data (sexta-feira), militantes da Renamo dirigiram-se enfurecidos contra um grupo de jornalistas representando vários órgãos de comunicação social, quer do sector público quer do sector privado, tentando impedi-los de fazer a cobertura jornalística da devolução de bandeiras e outros símbolos do Partido, renegados por antigos militantes daquele partido.

Tratava-se, porém, de um acto em que o recém-criado Movimento Democrático de Moçambique (MDM) procedia ao depósito, na Sede da Renamo no Bairro da Munhava, de símbolos deste partido, abandonados por seus dissidentes, que entretanto aderiram à nova força política.

Na altura, militantes da Renamo agrediram jornalistas que faziam a cobertura do acto, impedindo-os de registar as imagens do momento. XG

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!