Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

MISA centraliza advocacia sobre liberdade de imprensa

O processo de advocacia sobre o estágio da liberdade de imprensa passa a ser efectuado apenas em Maputo, na capital do país, contrariamente ao que acontecia até data recente, em que era, também, exercido ao nível das provincias.

O MISA -Instituto de Comunicação Social para África Austral acaba de anunciar o encerramento dos seus escritórios e respectivas contas bancárias ao nível dos núcleos provinciais. Em contacto telefónico com a nossa reportagem, alguns presidentes dos núcleos provinciais confirmaram ter recebido ordens, a partir da sua sede em Maputo, para procederem à inventariação de todo o património pertencente à instituiçao.

Entretanto, Alfredo Libombo, director executivo do MISA, disse tratar-se apenas de redimencionamento dos núcleos, cujo formato será definido em assembleia geral a ter lugar no próximo mês de Agosto. Todavia, Limbombo não descarta a possibilidade da criação de núcleos regionais, mas disse que tudo dependerá daquilo que poderá vir a ser a decisão do encontro de Agosto.

O encerramento dos núcleos provinciais daquele organismo e as respectivas contas bancárias estará relacionado com uma alegada falta de fundos para o desenvolvimento de vários projectos de promoção da liberdade de imprensa. Porém, o pessoal em serviço nos núcleos provinciais reivindica o pagamento de salários atrasados e das respectivas indemnizações. Moçambique é único país ao nível da região austral que introduziu a criação dos núcleos provinciais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!