Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ministro Norueguês pesquisa potencialidades do Porto e Corredor da Beira

O Ministro do Meio Ambiente e Desenvolvimento Internacional do Reino da Noruega, Erik Solheim, desloca-se esta terça-feira, à Cidade da Beira para uma visita de algumas horas, a qual incidirá sobre pesquisa das potencialidades do Porto e Corredor da Beira.

Erik Solheim desloca-se a Moçambique para uma visita de três dias (entre 1 e 3 de Março), a convite do Ministro Moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação da República de Moçambique.

A visita, segundo fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, tem como objectivos reforçar as relações de amizade e cooperação entre Moçambique e a Noruega com maior ênfase para os sectores de energia e discutir com às autoridades moçambicanas aspectos sobre mudanças climáticas e adaptação às mesmas. O programa de visita do Ministro Norueguês prevê conversações oficiais com os Ministros dos Negócios Estrangeiros e Cooperação; do Ambiente; da Energia e do Turismo. Ainda de acordo com a fonte, a delegação do Ministro norueguês vai deslocar-se às Províncias de Sofala, Nampula e Niassa, onde se inteirará do estágio actual da implementação dos projectos financiados pelo seu País.

Durante a visita, prevê-se ainda a assinatura do Memorando de Entendimento sobre o Apoio ao Plano Nacional de Acção contra as Minas 2008-2014. Erik Solheim faz-se acompanhar de sua esposa, Gry Hoeg Ulverud, quadros seniores do Governo Noruegues homens de negócios.

Na Cidade da beira, entretanto, Erik Solheim que deve chegar por volta das 08:00 horas com previsão de deixar a urbe antes do fim da manhã com destino a Nampula, na capital provincial de Sofala vai igualmente se inteirar sobre a iniciativa do Corredor de Crescimento Agrícola da Beira. Tratase de um projecto cujo lançamento oficial terá lugar ainda na terça-feira, num dos principais hotéis da Cidade da Beira.

A iniciativa Corredor de Crescimento Agrícola da Beira está a ser coordenada pela Associação Comercial e Industrial de Sofala (ACIS), sendo financiada pela Agência Norueguesa para o Desenvolvimento (NORAD) no valor de 1.5 milhão de dólares Norte Americanos. Segundo O Autarca apurou, a iniciativa visa essencialmente proporcionar novas oportunidades que vão permitir o Corredor da Beira se abrir como uma nova região produtora e processadora agrícola nos próximos vinte anos.

O projecto prevê numa primeira fase a irrigação de cerca de 190 mil hectáres de culturas diversas, assegurando alta qualidade da produção que será colocada nos mercados doméstico, regional e internacional. Recentemente foi elaborado um diagrama de investimentos necessarios e respectivas acções que devem ser tomadas tanto pelo Governo, sector Privado e comunidade internacional, para que o inegável potencial agrícola ao longo do Corredor da Beira seja capitalizado e para que os pequenos agricultores possam compartilhar substancialmente os seus benefícios.

O mesmo inclui a análise da viabilidade para investimentos agrícolas de alta prioridade ao longo do corredor, com destaque para produtos alimentares, hortícolas e pecuária. A iniciativa do Corredor de Crescimento Agrícola da Beira é de âmbito regional, mas devido os constrangimentos decorrentes da falta de recursos e tempo, o enfoque inicial ocorrerá da parte moçambicano. Futuros trabalhos irão avaliar o potencial para que os benefícios possam abranger também o Malawi, Zâmbia e Zimbabué, países que partilham o Corredor da Beira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!