Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ministro adverte para risco de “sério conflito”

O ministro sul-africano do Desenvolvimento Rural e Reforma Agrária alertou esta terça-feira para a possibilidade de estalar no país um “sério conflito” se a reforma agrária não tiver sucesso.

Falando no Parlamento, na Cidade do Cabo, o ministro Gugile Nkwinti revelou que a meta de passar 30 porcento das terras da África do Sul para as mãos da maioria negra em 2014 está em risco de falhar porque o Executivo não tem recursos para continuar a comprar terras aos preços de mercado para as redistribuir.

A política de aquisição de terras dos vários governos formados pelo Congresso Nacional Africano (ANC) desde 1994 tem-se baseado no respeito pelos acordos entre vendedor e comprador, mesmo em casos em que existem reclamações legítimas de proprietários que foram espoliados nos tempos do apartheid e a quem o Governo e os tribunais reconhecem o direito à posse da terra.

“A base de trabalho com prador/vendedor não está claramente a funcionar. Depois de gastos milhares de milhões de randes em compensações estamos ainda muito aquém das metas e, a este ritmo, não há fundos que cheguem. Um novo mecanismo terá de ser introduzido se quisermos evitar um sério conflito no futuro”, disse o ministro Nkwinti.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!