Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ministério da Educação ainda deve horas extras aos professores

O Ministério da Educação (MINED) tem uma dívida de 180,77 milhões de meticais referentes às horas extras que devem ser pagas aos professores que compõem o Sistema Nacional de Educação.

O valor da dívida, que era de 671,72, em 2012, reduziu para este valor depois de o MINED ter pago ainda no ano passado, 490,85 milhões de meticais aos professores afectos nas diversas instituições de ensino no país.

A informação foi revelada recentemente à Assembleia da República pelo ministro do pelouro, Augusto Jone, tendo na altura referido que “foram significativamente reduzidas as dívidas atinentes às horas extras (…) e para um melhor controlo, foi exarado um despacho conjunto entre os Ministério de Educação e das Finanças, com vista a melhorar a racionalização e gestão de horas extras dos professores.”

Noutro desenvolvimento, Jonas disse que para o corrente ano estão orçamentados 12 mil promoções, progressos e mudanças de carreira para os diferentes quadros pertencentes ao Sistema Nacional de Educação, tendo destacado que “desde 2006 a esta parte foram realizadas a nível nacional, 286.864 promoções, progressões e mudanças de carreira”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!