Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Milionário britânico é preso após assassinato na lua de mel

Um milionário britânico cuja esposa foi morta enquanto o casal passava lua de mel na África do Sul foi detido na Grã-Bretanha sob a suspeita de ser o mandante do crime, informou a polícia londrina esta quarta-feira. O empresário Shrien Dewani, de 30 anos, foi preso depois de apresentar-se a uma delegacia perto da sua casa, em Bristol, na noite de terça-feira.

Ele é acusado de conspiração para matar sua esposa Anni, uma ex-modelo sueca de 28 anos. Em nota, Dewani declarou-se inocente, e disse que as acusações são “muito dolorosas para um jovem que está a sofrer a perda da mulher que amava”. Dewanie acusou as autoridades sul-africanas de estarem tentando incriminá-lo para serem poupadas do constrangimento pelo crime, que pôs em destaque a grave criminalidade na África do Sul.

Anni foi encontrada morta com um tiro no pescoço, no mês passado, depois que o táxi do casal foi sequestrado no subúrbio de Gugulethu, uma área de alta criminalidade a cerca de 20 quilômetros do centro da Cidade do Cabo. Horas antes de Dewani ser detido, autoridades sul-africanas anunciaram que um taxista preso após o crime confessou ter recebido uma oferta de 15 mil rands (2.165 dólares) por parte de Dewani para participar do crime.

Segundo a promotoria, Dewani conheceu o taxista Zola Tongo logo depois de chegar à África do Sul, e ajudou a tramar o crime. O taxista foi condenado a 18 anos de prisão por quatro crimes, inclusive homicídio e latrocínio. Dois outros réus continuam detidos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!