Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Milhares de imigrantes ficam detidos na Grécia devido a novas restrições dos países vizinhos

Milhares de imigrantes ficaram detidos no norte da Grécia nesta segunda-feira depois que a vizinha Macedónia passou a exigir documentos de identidade adicionais de pessoas que desejam cruzar a fronteira e seguir rumo ao oeste europeu, disseram testemunhas. Líderes europeus temem que os imigrantes que atravessam a economicamente combalida Grécia em direcção a países mais prósperos acabem ficando sem destino se os vizinhos do norte intensificarem o controle das suas fronteiras.

As autoridades gregas dizem que o fluxo de pessoas na fronteira diminuiu agora que a Macedónia está a pedir mais documentos de identidade das pessoas que querem passar.

Cerca de 5 mil pessoas se concentraram em duas localidades no norte da Grécia, nos arredores da fronteira com a Macedónia, e grupos de assistência exortaram outras 4 mil, que chegaram à Grécia continental vindas de ilhas circundantes, a não seguirem para o norte por medo de criar um gargalo na circulação.

“O nosso maior temor é que os 4 mil imigrantes que estão em Atenas venham para cá e o local fique superlotado”, disse Antonis Rigas, coordenador da entidade Médicos Sem Fronteiras (MSF).

Os países balcânicos que se estendem pela rota migratória para o oeste e o norte da Europa começaram a negar passagem a indivíduos que não provêm da Síria e do Iraque, regiões assoladas por conflitos.

Um migrante com idade entre 30 e 40 anos que disse ser da cidade síria de Aleppo afirmou que a polícia macedónia não o deixou cruzar a divisa por ele não ter um passaporte. “Perdi tudo na guerra, não tenho documentos”, disse, sem querer dar o nome. Ele disse que obteve papéis de registo gregos na ilha de Lesbos.

A Macedónia construiu uma cerca de metal com arame farpado no principal ponto de travessia dos imigrantes ao longo de sua fronteira sul com a Grécia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!