Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Milhares de alunos são instruídos ao relento no Gúruè

A falta de salas de aulas e carteiras faz com que milhares de alunos sejam instruídos ao relento no posto administrativo de Mepuangiua, no distrito de Gúruè, na província da Zambézia.

Trata-se de um problema característico em quase todas as escolas primárias locais, facto que tem como consequência o fraco aproveitamento pedagógico.

Arcanjo Assiz, director da Escola Primária Completa de Sururua, no distrito de Gúruè, disse ao @Verdade que a sua instituição possui 19 turmas de 1ª a 7ª classes, cada com mais de 60 alunos que são leccionados debaixo das árvores, por oito professores.

Por enquanto não existe nenhuma solução para este problema nem plano de construção de novas salas de aulas, de acordo com o interlocutor.

Por seu turno, o director dos Serviços Distritais da Educação, Juventude e Tecnologias de Gúruè, Farai Noé, afirmou que o orçamento alocado pelo governo distrital não contempla a construção de infra-estruturas escolares, por isso, as crianças vão continuar a estudar ao relento.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!