Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Microsoft apoia-se em lei e combate vírus na rede

A Microsoft combinou tecnologia com uma “extraordinária” manobra legal para combater uma enorme rede de computadores responsável por inundar caixas de correio eletrônico com spam.

O titã do software, Digital Crime Unit, conseguiu sinal verde de um juiz norte-americano para cortar virtualmente os comandos computadorizados de centenas de milhares de máquinas do mundo inteiro infectadas com o vírus Waledac. “Decidimos que a melhor tática era a de literalmente armar uma parede entre o comando mestre e todo o resto dos computadores – efetivamente cortando o cordão umbilical”, indicou o promotor Richard Boscovich.

A Microsoft recebeu o aval do juiz americano para dar a ordem que permitiu instalar o ciber-bloqueio sem alertar os comandos mestres. “Era de crucial importância que quando fôssemos cortar a conexão entre o comando mestre e os terminais eles não fossem informados”, indicou Boscovich, que trabalha na unidade de crime digital.

Acredita-se que o sistema Waledac era capaz de enviar 1,5 milhão de e-mails de spam por dia. Segundo a Microsoft, as máquinas infectadas com o vírus enviaram aos usuários do Hotmail em três semanas cerca de 651 milhões de spam. Os usuários foram advertidos para limpar suas máquinas e retirar os vírus, além de se assegurarem de que estão com os antivírus em dia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!