Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Michelle Obama – Mãe a tempo inteiro

Michelle Obama - Mãe a tempo inteiro

 

     Todos os olhos estão concentrados nela. Michelle Obama é a mulher do momento e os analistas traçam, há meses, conjecturas sobre que perfil irá encarnar a futura primeira- dama dos Estados Unidos. A sua carreira profissional como advogada de sucesso, o seu papel na campanha eleitoral – considerado chave para o triunfo do marido – a sua faceta de “mãe perfeita” o estilo da sua indumentária colocam todas as opções possíveis: primeira-dama comprometida com a política ou discreta acompanhante do presidente? Certo, para muitos, é que Michelle imprimirá um estilo próprio na Casa Branca.

     Michelle poderia optar por representar o papel de “Primeira- Dama influente” dentro da administração de Obama, ao estilo de Hillary Clinton. É indubitável que preparação não lhe falta como demonstra o seu interesse pela actualidade social e política do seu país bem vincado durante a campanha eleitoral. No entanto, tendo em conta que a secretária de Estado de Obama será a esposa de Bill Clinton, torna-se difícil imaginar duas mulheres com tanto carácter a tripularem o mesmo barco.

     Tal como Hillary Clinton, Eleanor Roosevelt encarnou na perfeição o papel de “Primeira-Dama influente”, podendo ser um modelo para Michelle Obama. A esposa do presidente Franklin Delano Roosevelt é considerada como uma das mulheres mais influentes do século XX e o seu compromisso político foi bem mais além do que a carreira do marido. Eleanor participou na fundação das Nações Unidas e presidiu à redacção da Declaração dos Direitos Humanos, depois da morte do marido. Voltando a Michelle, ela conseguiu criar uma imagem que tem sido muito apreciada pela opinião pública. A indumentária tem sido muito elogiada e já há mesmo quem diga que está encontrada a nova Jackie Kennedy. Ainda que bem menos frívola do que a esposa do infortunado presidente católico, Michelle pode posicionar-se como uma Primeira-Dama criadora de uma tendência no mundo da moda. Talvez se fale algum dia do “estilo Michelle”, do mesmo modo que se fala do “estilo Jackie”.

     Os cortesãos de Washington debatem por estes dias se Michelle acabará por ofuscar Hillary, Eleanor ou Jackie, ou a todas ou nenhuma delas. É certo que continuará a mostrar-se ao mundo como uma esposa moderna do século XXI, oferecendo a imagem de “supermulher” (mãe, filha, esposa, trabalhadora), representando muitas mulheres da sociedade, papel que tanto beneficiou Barack durante a campanha eleitoral. De momento, a sua prioridade são as filhas e, como ela mesma já assegurou, “o meu desempenho principal será continuar a ser mãe.”

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!