Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Metade dos reclusos de Moçambique sofre de tuberculose associada ao HIV/SID

Aproximadamente oito mil dos pouco mais de 16 mil reclusos de Moçambique estão a padecer de tuberculose, grosso modo associada ao HIV/SIDA, segundo estimativas avançadas pelo Ministério da Saúde (MISAU).

Os casos foram diagnosticados ao longo de 2012, de acordo com o director do Programa Nacional de Controlo da Tuberculose do MISAU, Egídio Langa, acrescentando que as províncias da Zambézia, Cabo Delgado, Sofala, Nampula e Maputo apresentam mais casos da tuberculose associada ao HIV/ SIDA na população reclusória do país.

Cerca de 210 dos mais de três mil reclusos das províncias de Maputo, Gaza, Zambézia e Nampula diagnosticados com casos da doença em 2011 estavam em estado grave, segundo ainda Langa, falando em exclusivo ao Correio da manhã.

Ministério da Justiça apreensivo Entretanto, o director do Serviço Nacional de Controlo Penal e de Execuções de Medidas de Segurança do Ministério da Justiça, Samo Paulo Gonçalves, disse que os números apresentados “preocupam muito a instituição”, daí o facto de a mesma ter criado uma equipa de trabalho para se ocupar do assunto.

“O que posso adiantar é que há um trabalho conjunto entre os ministérios da Saúde e da Justiça para monitorar a situação”, realçou Gonçalves, sem avançar nada relativo ao tipo de trabalho em curso.

Refira-se, entretanto, que o Governo gasta em média anual cerca de cinco milhões de dólares norte-americanos em acções de combate contra a tuberculose no país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!